Connect with us

Notícias

Mercadona doa mais de 17 mil toneladas de alimentos a instituições sociais

Joana Alves

Publicado há

em

imagem: mercadona

Empresa colabora e apoia mais de 290 cantinas sociais, mais de 60 bancos alimentares e outras instituições de solidariedade social em Espanha e Portugal

 A cadeia de supermercados Mercadona doou, em 2020, mais de 17 mil toneladas de produtos alimentares. Esta quantidade significa um aumento de 84 por cento (relativamente a 2019) em doações de alimentos e outros produtos a entidades sociais, consequência da atual crise de saúde e económica causada pela Covid-19.

Estas doações representam o equivalente a mais de 283 mil carrinhos de compras e realizam-se através da colaboração com mais de 290 cantinas sociais, mais de 60 bancos alimentares e outras instituições de solidariedade socialtanto em Espanha como nos distritos de Portugal onde a Mercadona está presente.

Com apenas 20 lojas já abertas em Portugal, a empresa dá continuidade às políticas de ação social sustentável e de combate ao desperdício alimentar que tem vindo a desenvolver.

O grande objetivo é causar um impacto positivo na Sociedade, numa relação de proximidade e entreajuda com instituições localizadas nas zonas de envolvência das lojas.

No ano passado, a Mercadona doou mais de 1.200 toneladas de bens de primeira necessidade a várias IPSS portuguesas, como os Bancos Alimentares do Porto, Aveiro, Braga e Viana do Castelo, a Cruz Vermelha ou a Cáritas portuguesa. Além disso, cada uma das 20 lojas da Mercadona doa diariamente a uma cantina social.

Paralelamente, a empresa mostrou, também, o seu apoio através de doações adicionais durante o ano, como foi o caso das entregas realizadas aos Centros de Acolhimento Temporário do Norte para doentes Covid-19, ao exército, bombeiros e polícia; a diversos Hospitais e ao Programa de Recolocação Voluntária de Menores Refugiados chegados da Grécia ou, ainda, a doação especial de Natal, em que a Mercadona comprou para doar mais de 80.000 quilos de bens alimentares, distribuídos por diversas instituições nos distritos em que está presente.

Além disso,  implementou várias estratégias para evitar e prevenir o desperdício alimentar.

Desde o ano de 2011 que a Mercadona integra o Pacto Mundial das Nações Unidas para a defesa dos valores fundamentais dos direitos humanos, normas laborais, meio ambiente e luta contra a corrupção.

 

 

Publicidade
Clica para comentar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Artigos recentes

Publicidade

Noticias

Publicidade