Connect with us

Desporto & Saúde

Kikas tropeça depois de resultado histórico

Publicado há

em

Kikas tropeça depois de resultado histórico

O Kikas tropeça depois de resultado histórico. Chegou ao segundo lugar no Corona Open J-Bay, mas o Frederico Morais não resistiu às ondas do Taiti e foi eliminado segunda fase da Billabond Pro Tahiti da World Surf League ficando no grupo do 25º, e último, lugar.

Pela segunda vez nesta prova mundial, o melhor surfista português ficou no grupo do 25º, ou seja, os surfistas que perdem a primeira fase e perdem a repescagem. Para além dele, mais dez surfistas ficaram nesta marca, incluído o homem que o bateu em J-Bay, Filipe Toledo.

O Kikas recebeu apenas 500 pontos na Billabong Pro Tahiti (sétima etapa da prova) e isto refletiu-se na sua pontuação, descendo duas posições na classificação – está agora na 14ª posição. A diferença de pontos na classificação é bastante significativa pois enquanto que na sexta fase conseguiu 8 mil pontos com o seu segundo lugar, agora alcançou o mínimo (os atletas que se encontram lesionados ganham também 500 pontos, apesar de faltarem à prova).

O vencedor da sétima etapa do circuito mundial foi o australiano Julian Wilson, que ganhou 10 mil pontos e subiu três lugares no ranking, alcançando a quinta posição. Atualmente, o homem com melhor pontuação é o surfista sul africano, Jody Smith.

A próxima etapa (oitava) é a Hurley Pro at Trestles, na Califórnia, e o campeão em título é o atual número 1 do ranking. Começa a dia 6 de setembro e só termina dia 17. E não esquecer que no outubro, o circuito mundial de surf passa por Peniche no MEO Rip Curl Pro Portugal.

[Foto: Divulgação/WSL]

Publicidade
Clica para comentar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Publicidade

Artigos recentes

Publicidade

Noticias

Publicidade