Connect with us

Novidades

Caligrafia e lettering para arte urbana

Publicado há

em

Esta é a nova proposta da Restart – Instituto de Criatividade, Arte e Novas Tecnologias, que durante o fim de semana de 26 e 27 de setembro, organiza um workshop de Caligrafia e Lettering.

Porque escrever e desenhar letras pode ser uma arte, ultrapassando o utilitarismo da escrita rotineira, a Restart pretende explorar as várias técnicas associadas à caligrafia, mas aplicadas a um estilo atual e urbano.

Esta formação tem a duração de 16 horas e como objetivo o desenvolvimento de letterings com base em exercícios caligráficos. A decorrer entre as 9 e as 13 horas, e entre as 14 e as 18 horas, o workshop aborda a caligrafia em suportes urbanos e em materiais de escrita inovadores e pouco convencionais, incentivando os participantes a criarem composições livres.

O curso é lecionado pelo Xesta Studio, um estúdio de design gráfico que já colaborou com marcas como a Ambar, a NBC US, a Ray-Ban, a Pyramyd Éditions ou o Colégio de Gaia.

Caligrafia e Lettering: quais as diferenças?
A caligrafia, apelidada de “arte da escrita bela”, tem por base a ideia de que as letras podem ser escritas de forma habilidosa, expressiva e com harmonia. Normalmente é utilizada em textos longos e tem como ferramenta a caneta ou o pincel. Enquanto que a caligrafia está associada ao estilo conhecido como “escrita à mão”, o lettering tem por hábito ser mais estilizado e com mais efeitos, sendo por vezes a fase seguinte da arte caligráfica. Neste caso, as letras são desenhadas ou projetadas com um propósito específico, em vez de serem apenas escritas, e funcionam melhor em textos pequenos. Tanto a caligrafia como o lettering costumam ser utilizados no design de fontes, de logotipos, na publicidade e no design gráfico.

[Foto: Restart]

Publicidade
Clica para comentar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Publicidade

Artigos recentes

Publicidade

Noticias

Publicidade