Connect with us

Lazer & Cultura

Lisboa volta a receber Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas, a partir de 4 de maio

Publicado há

em

Imagem: Pixabay/ kaboompics

No ano em que assinala 21 anos de existência, o FIMFA Lx – Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas volta a estabelecer em Lisboa o ponto de encontro internacional do teatro de marionetas contemporâneo.

Depois da edição de 2020 que, devido à pandemia, teve que sofrer fortes mudanças e adaptações, Luís Vieira e Rute Ribeiro, Diretores Artísticos do FIMFA Lx, preparam uma ambiciosa programação para 2021: “Resistir, recomeçar, renovar, reconstruir, reinventar – são as palavras-chaves para este ano. Ainda não será possível soprar as 21 velas ‘abraçados’, mas esperamos ansiosamente poder ver no palco, e ao vivo, os artistas a darem vida a todo o tipo de objetos, criando universos fantásticos em que tudo pode ganhar forma, num percurso desenhado pela memória, mito, equilíbrio, engenho, superação e espanto.”, referem.

Assim, de 4 a 23 de maio, são mais de 10 companhias nacionais e internacionais que vão apresentar os seus espetáculos em 8 salas da capital.

A abertura do Festival terá lugar a 4 de maio no Teatro Nacional D. Maria II, com uma criação inspirada num dos grandes clássicos da literatura, Moby Dick. Um espetáculo da companhia Plexus Polaire, proveniente de França e da Noruega, que conta com cinquenta marionetas, projeções de vídeo, uma orquestra submersa e uma baleia-marioneta em tamanho real.

 Ao longo de quase um mês,FIMFA Lx21 traz dezenas de espetáculos a Lisboa, através de uma programação que tem como mote a resistência e o recomeço.

É exemplo disso o documentário: Descon’FIMFA Lx20 – Um Festival em Tempos de Pandemia, com realização de Tiago Inuit, que acompanha a edição de 2020 do FIMFA Lx, que assinalou o 20º aniversário do Festival . Está disponível gratuitamente no site do FIMFA Lx até ao dia 31 de março.

O São Luiz Teatro Municipal recebe três espetáculos Chaika ; The Puppet-Show Man; e Maiakovski – O Regresso do Futuro, uma criação dos portugueses Teatro de Ferro e Teatro de Marionetas do Porto.

Pelo Teatro do Bairro passarão Petites Fables, um espetáculo onde Agnès Limbos, conceituada artista do teatro de objetos, apresenta quatro pequenas fábulas que são como um diário de viagem; e Ambregris, da companhia francesa Les Antliaclastes.

LU.CA – Teatro Luís de Camões recebe Bakéké, um espetáculo de novo circo e manipulação de objetos destinado a crianças a partir dos 6 anos, enquanto que pelo Teatro Taborda passará Auto da Criação do Mundo, uma criação da irreverente companhia portuguesa Bonecos de Santo Aleixo, também dedicada a famílias.

Este ano, FIMFA Lx estende-se ainda ao Centro Cultural da Malaposta com Cinderela, um espetáculo do Teatro de Marionetas do Porto destinado aos mais pequenos, que propõe uma nova abordagem a esta história tradicional, onde cabem muitas personagens saídas de outros contos de fadas.

 

Publicidade
Clica para comentar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *