Connect with us

Notícias

Prémio LeYa não será atribuído devido a falta de “qualidade literária”

Avatar

Publicado há

em

Por falta de qualidade das obras literárias a concurso, o júri decidiu não atribuir o Prémio LeYa, o que quer dizer que os cem mil euros para o vencedor ficam sem destino este ano.

Para justificar a decisão, o júri, do qual faz parte Manuel Alegre, referiu que nenhuma das obras correspondeu aos parâmetros de qualidade literária exigidos pelo Prémio”. 

Este ano, concorreram 409 autores, mais 61 do que no ano passado, de 14 países diferentes. Mas parece que nenhum satisfez o júri.

Este fenómeno já tinha acontecido nas edições do Prémio LeYa de de 2010 e 2016.

O vencedor de 2018 foi o escritor brasileiro Itamar Vieira, com o romance “Torto Arado”.

O Prémio LeYa foi criado em 2008 com o objetivo de distinguir um romance escrito em português, sendo o maior prémio para uma obra não publicada.

[Imagem: Pexels]

 

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PGlmcmFtZSAgc3R5bGU9ImRpc3BsYXk6IGJsb2NrOyBtYXJnaW46IDBweCBhdXRvOyIgIGlkPSJfeXRpZF83ODU2MiIgIHdpZHRoPSI0OTAiIGhlaWdodD0iMjc2IiAgZGF0YS1vcmlnd2lkdGg9IjQ5MCIgZGF0YS1vcmlnaGVpZ2h0PSIyNzYiIHNyYz0iaHR0cHM6Ly93d3cueW91dHViZS5jb20vZW1iZWQvUmdEV0xqV1I5LWs/ZW5hYmxlanNhcGk9MSZhdXRvcGxheT0xJmNjX2xvYWRfcG9saWN5PTEmcmVsPS0xJml2X2xvYWRfcG9saWN5PTEmbG9vcD0wJm1vZGVzdGJyYW5kaW5nPTAmZnM9MSZwbGF5c2lubGluZT0wJmF1dG9oaWRlPTImdGhlbWU9ZGFyayZjb2xvcj1yZWQmY29udHJvbHM9MSYiIGNsYXNzPSJfX3lvdXR1YmVfcHJlZnNfXyBuby1sYXp5bG9hZCIgdGl0bGU9IllvdVR1YmUgcGxheWVyIiAgYWxsb3c9ImF1dG9wbGF5OyBlbmNyeXB0ZWQtbWVkaWEiIGFsbG93ZnVsbHNjcmVlbiBkYXRhLW5vLWxhenk9IjEiIGRhdGEtc2tpcGdmb3JtX2FqYXhfZnJhbWViamxsPSIiPjwvaWZyYW1lPg==