Connect with us

A tua Revista

Ana Paula Figueira: “Quem não ouve a melodia, acha maluco quem dança”

Publicado há

em

Anterior1 de 2
Utilize as teclas de cursor ← →

O Instituto Politécnico de Beja é uma instituição de ensino superior ao serviço da sociedade. Destina-se à produção e difusão do conhecimento, criação, transmissão e difusão da cultura, do saber de natureza profissional, da investigação orientada e do desenvolvimento experimental, concentrado especialmente em formações vocacionais e em formações técnicas avançadas. Com uma orientação profissional e incentivo à formação contínua. A Mais Educativa foi visitar o Instituto para o conhecer e conversar com a Pró-Presidente Ana Paula Figueira sobre as inúmeras inovações e dinamizações que tem feito nascer e crescer naquela que considera “a sua casa”.

O IPBeja completou 40 anos de existência em 2019. Ao longo destes anos o Politécnico tem vindo a privilegiar as relações de proximidade, envolvimento e compromisso com os estudantes. Quais as características dos primeiros anos de existência do Politécnico que se mantêm atualmente?

O ensino politécnico esteve sempre associado a uma formação de curta duração, de natureza e de aplicação práticas, em áreas que respondessem, em particular, a necessidades regionais. No IPBeja foi assim no início e, hoje, continuamos a manter esse desiderato. No entretanto, crescemos em nº de alunos, de funcionários docentes e não docentes, e também em infraestruturas. Contudo, procuramos manter um espírito de família, em que todos se conhecem e se entreajudam. Cito-lhe dois exemplos: procuramos tratar os alunos pelo seu nome, porque as pessoas são “mundos” e não “números”; procuramos igualmente fomentar o espírito de equipa, em torno da instituição, e daí termos criado a t-shirt com a inscrição “Bora vestir a camisola IPBeja”, ao que acrescento um comentário de um amigo, na altura da apresentação destas t-shirts: “Vestir a camisola IPBeja já é bom. Mas há que suá-la!”

Iniciou o mandato em novembro de 2017. Há quatro anos, quando iniciou este mandato, quais os objetivos a que se propunha?

Atendendo que fui nomeada PróPresidente para o Planeamento, Marketing e Comunicação, o meu primeiro objectivo foi “arrumar” a casa à medida das responsabilidades que me haviam sido atribuídas, quer em termos de recursos humanos, como de organização do trabalho. Comecei por criar os Serviços de Planeamento, Marketing e Comunicação (SPMC) que, por sua vez, integram três Sectores, agregando dois Departamentos que, antes, eram autónomos – o Planeamento e a Comunicação. Ao nível do Planeamento, fizemos o Plano Estratégico do IPBeja para 2018, mas não havendo recursos humanos com competências a este nível afectos aos SPMC a quem eu pudesse distribuir trabalho, este acabou por recair na minha pessoa e, gerir esse e mais todas as outras solicitações às quais havia que dar resposta, não foi uma tarefa fácil. Lamentavelmente essa lacuna manteve-se até hoje, tornando pouco operativo este Sector, e havendo que contratualizar determinados serviços externamente.

Já ao nível do Marketing e da Comunicação, o principal objectivo foi incrementar a notoriedade nacional e internacional. Para isso, decidiu-se fortalecer a ligação do IPBeja a diversos segmentos de mercado, onde também se incluíram os antigos alunos, e desenvolver um plano de promoção e de comunicação alicerçado em 3 estratégias: brand cultural entertainment, brand experience e em co-branding. Enquadradas nas mesmas, realizámos variadíssimas ações, de entre as quais, saliento a título de exemplo:

  • Intervenções de melhoria e valorização de alguns espaços de utilização pública, com importância simbólica, que fazem parte do Edifício I (Auditório, Galeria AO LADO, Loja CUBO, jardim logradouro);
  • Criação de newsletters digitais, dirigidas a diferentes públicos: IPBeja AO DIA (para a comunidade IPBeja); IPBeja SONHO E FUTURO (para os potenciais estudantes); O TEU IPBeja (para os actuais alunos); DE VOLTA AO IPBeja (para os ex-alunos);
  • Escolha de um “influenciador” – criação da figura “Embaixador IPBeja”;
  • Criação de 2 filmes institucionais promotores do espírito de família IPBeja: IPBeja 2018 e IPBeja 2019;
  • Presença em estações de radio regionais e locais, com o programa informativo, semanal, IPBeja À SEMANA;
  • Presença, em tiras de BD, no rodapé da capa do jornal regional mais antigo e com maior penetração em Portugal e no exterior, com sede em Beja, com periodicidade semanal;
  • Apresentação do filme institucional IPBeja 2019 nas salas de cinema;
  • Aposta na criação de material identitário do IPBeja em parceria com marcas de elevada reputação – Perfume IPBeja e IPBeja II (Nortempresa Lab); chávenas IPBeja (Vista Alegre); marcador de prata IPBeja (Leitão & Irmão Joalheiros);
  • Mural IPBeja (Daniel Eime);
  • Esfera do Recomeço (perfumador em prata desenhado e produzido pela Ourivesaria Tavares);
  • Agenda IPBeja (Delta);
  • Vinhos IPBeja (Adega Cooperativa da Vidigueira, Cuba e Alvito);
  • Associação à cultura com a criação do Programa Cultural, anual, IPBejadáteArte;
  • Promoção do sentimento de pertença ao IPBeja através das Festas de Natal, das comemorações do DIA DO IPBEJA e dos pendões colocados no Edifício I com fotografias e depoimentos de antigos alunos;
  • Promoção do IPBeja como “a tua casa”, com o Projecto PORTUGAL NO IPBeja;
  • Criação da figura “comercial IPBeja”, responsável pelo contacto e pela deslocação às escolas secundárias e profissionais;
  • Participação regular em 2 feiras: a maior feira de educação, formação e empregabilidade do país e a maior feira de actividades económicas do sul do país, com forte matriz na cultura do Baixo Alentejo;
  • Promoção do corpo docente com temas relacionados com as suas áreas de estudo através da criação do Programa JUNTOS EM CASA…E FORA DE CASA;
  • Criação do programa de entrevistas EU SOU IPBEJA, com periodicidade mensal, num órgão de comunicação social regional, onde é dada voz aos funcionários docentes, não docentes com mais tempo de serviço no IPBeja, assim como aos alunos com mais matrículas;
  • Criar, intervir, partilhar iniciativas de exercício de responsabilidade social, de que são exemplo a parceria informal SERHUMANO, no combate à Covid 19 no concelho de Beja e a mobilização para que tivesse sido instalado um DRIVE THRU UNILABS nas instalações do IPBeja, e assim aumentar a oferta de locais para realização de testes PCR à população.
Anterior1 de 2
Utilize as teclas de cursor ← →

Publicidade
Clica para comentar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Publicidade

Artigos recentes

Publicidade

Noticias

Publicidade