Connect with us

Em destaque

ONG internacional apresenta projeto Change, dedicado às escolas básicas e secundárias

Publicado há

em

O JRS- Serviço Jesuíta aos Refugiados, uma Organização não governamental, apresenta o projeto CHANGE , um projeto de sensibilização dedicado às escolas básicas e secundárias.

Esta ONG internacional presta em Portugal serviços a migrantes e refugiados nas áreas de apoio social, capacitação e integração laboral, procura de habitação, apoio médico e medicamentoso, acompanhamento na saúde mental e ensino da língua portuguesa. Também trabalha em vários centros de acolhimento para migrantes e refugiados e coordena a Plataforma de Apoio aos Refugiados, que desde a sua fundação, em 2015, acolheu mais de 800 pessoas vindas da Grécia, Itália, Egipto e Turquia.

O JRS Portugal acompanha, ainda, migrantes em situação de detenção administrativa, na Unidade Habitacional de Santo António – o único centro de detenção fora dos Aeroportos.

De modo a sensibilizar e a informar o público mais jovem da realidade migratória o JRS Europa desenvolveu o projeto CHANGE, que é destinado a alunos do 5º até ao 12º e foi implementado em 9 países: Bélgica, Croácia, Hungria, Irlanda, Itália, Malta, Holanda, Portugal e Espanha.

O principal objetivo é consciencializar os jovens para a realidade migratória e para as histórias de vida de pessoas que foram acolhidas por Portugal, ao mesmo tempo que desenvolvem o seu pensamento crítico.No final os alunos devem ser capazes de formular a sua própria opinião, saber distinguir factos de opiniões, para além de serem capazes de reconhecer situações de preconceito.

“Encorajamos também que os alunos se tornem “alunos embaixadores” de modo a agir e fazer a diferença na escola e comunidade. Para isso os alunos devem desenvolver a sua própria atividade (pode ser um debate, uma angariação de fundos, um vídeo, o importante é usar a imaginação e querer sensibilizar os outros)”, refere Marta Carvalho, membro da organização.

Em termos práticos, o CHANGE foi projetado para ser desenvolvido em 6 sessões. Em que em cada sessão os alunos estudariam um tema : autoconhecimento, termos práticos sobre as migrações (o que é um refugiado, quantas pessoas no mundo são refugiadas, etc), o perigo dos preconceitos e a importância dos direitos humanos, através de vídeos, fichas de trabalho, dinâmicas, pesquisas.

“A sessão mais emocionante é quando vamos às escolas e os alunos têm a oportunidade de ouvir a história de um refugiado. É um momento de convívio, partilha, desconstrução de mitos (encorajamos os alunos a perguntarem tudo sem vergonhas).” conta ainda, a mesma fonte.

Desta vez, a JRS pretende  algo diferente, como, abordar toda esta temática, numa sessão única,  em vez de 6 sessões, sendo que a palestra é organizada pela JRS de forma virtual ou presencial.

Nesta palestra é convidado um refugiado/migrante a partilhar a sua experiência com os presentes. A apresentação é sempre adequada à idade e ao contexto em que os alunos estão inseridos, havendo vários momentos de reflexão e partilha de comentários entre o refugiado/migrante, o JRS e os alunos.

Paralelamente, a ONG está a preparar um quizz entre as escolas PT, ES, BG e CRO que se quiserem inscrever. A ideia é explorar todos estes conceitos através de um jogo em que as escolas vão ter a oportunidade de contactar com alunos de outros países e treinar o seu inglês!

 

Consulta já o site do projeto CHANGE aqui e fica a saber todas as informações!

 

 

Publicidade
Clica para comentar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Publicidade

Artigos recentes

Publicidade

Noticias

Publicidade