Connect with us

Desporto & Saúde

Marcelo revelou que aulas a partir de casa vão prolongar-se

Joana Alves

Publicado há

em

Imagem: pixabay/ottawagraphics

Apesar do esforços por parte do governo para manter as escolas abertas, devido ao agravamento da pandemia isso não foi possível. O país está neste momento a atravessar o momento mais complicado desde Março do ano passado e apesar de todas as restrições impostas, o número de casos e mortes por Covid-19 é preocupante.

No dia de ontem a direção geral de saúde registou 303 mortes e 16.432 novos casos, dois novos máximos desde o início da pandemia.

Assim, como já era de conhecimento geral, Marcelo viu-se obrigado a renovar o estado de emergência e prosseguir com a decisão de retomar as atividades letivas em regime online a partir de segunda-feira, dia 8 de fevereiro. Situação que será avaliada pelo governo a cada quinze dias, garantido que as aulas presenciais vão prolongar-se bem mais do que o esperado.

“Temos de estar preparados para o confinamento e ensino à distância mais duradouros do que se pensava antes desta escalada.”

O presidente da república refere a possibilidade de esta situação se manter “até Março inclusive” ,consequentemente, terá de haver um prolongamento do calendário escolar, ainda por tempo indefinido.

Segundo as novas restrições- não haverá férias no Carnaval e pelo menos dois dias das férias da Páscoa haverá aulas.

No entanto, o chefe de estado referiu que “os apoios para os alunos com necessidades educativas especiais vão manter-se, bem como as refeições providenciadas nas escolas. Vai manter-se igualmente em funcionamento a rede de escolas para os trabalhadores de serviços essenciais.”

 

 

Publicidade
Clica para comentar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Artigos recentes

Publicidade

Noticias

Publicidade