Connect with us

Em destaque

Ver um concerto no Coliseu de Roma? Sim, vai ser possível

Publicado há

em

Imagem: Pixabay

O Coliseu de Roma vai ser alvo de uma renovação incrível. O Ministério da Cultura italiano anunciou um investimento de 18,5 milhões de euros para reconstruir o palco central. O objetivo é dar oportunidade aos visitantes de “apreciarem a beleza do Coliseu ao estarem no centro da Arena”.

Originalmente, o maior anfiteatro do Império Romano tinha areia no centro e era usado para eventos públicos e privados, como festas e batalhas de gladiadores. O solo existiu até ao século 19, mas acabou por ser removido. O novo piso será um sistema móvel que servirá para proteger o subsolo das precipitações e, ao mesmo tempo, permitir as visitas no interior do monumento.

Um novo piso “permitiria ao público compreender totalmente o uso e a função deste ícone do mundo antigo”, lê-se num comunicado do Ministério, citado pela BBC. De acordo com o mesmo comunicado, vários eventos culturais, como concertos e teatros, poderão ser realizados no Coliseu quando existir o novo piso.

“Será uma grande intervenção tecnológica que irá oferecer a todos os visitantes a oportunidade não só de verem as salas subterrâneas, como também de apreciarem a beleza do Coliseu ao estarem no centro da arena”, disse o ministro da Cultura italiano, Dario Franceschini.

O governo italiano está, até dia 1 de fevereiro, à procura de engenheiros para realizarem o projeto e espera que a empreitada esteja concluída em 2023.

O Anfiteatro Flávio — como foi inicialmente batizado — começou a ser construído há cerca de dois mil anos, em 72 d.C., e ficou concluído em 80 d.C.. Atualmente, alberga 50 mil espectadores, mas está encerrado devido à segunda vaga da pandemia de Covid-19 na Europa. Em 2019, recebeu quase 8 milhões de turistas, sendo assim uma das maiores atrações de Itália.

Publicidade
Clica para comentar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *