Connect with us

Em destaque

Taxa de conclusão dos alunos do Ensino Secundário e Profissional é a mesma

Joana Fonseca

Publicado há

em

Pexels

A taxa de conclusão do Ensino Secundário no tempo previsto é igual entre os estudantes do ensino regular e do profissional em Portugal. Um dado que representa uma exceção no contexto internacional, de acordo com a OCDE.

Depois de serem divulgados os dados pela OCDE, verifica-se que a taxa de conclusão do Ensino Secundário dentro do tempo previsto é de 57% entre os alunos do ensino regular e o profissional. 

“Tipicamente, é menos provável que os alunos do ensino secundário profissional concluam a sua formação em comparação com os programas regulares. Portugal é uma exceção”, lê-se na edição de 2020 do relatório “Education at a Glance”, da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

Em Portugal, o Ensino Profissional representa 40% das escolhas dos estudantes, sendo este um número abaixo da média dos países da OCDE que é 42%. No entanto, o relatório de 2020 do “Education at a Glance” destaca a aposta portuguesa nesta área, nomeadamente no que diz respeito à possibilidade de prosseguimento de estudos. Um outro fator destacado é a proximidade ao mercado de trabalho que a via profissionalizante promove.

Os dados da OCDE em relação à taxa de emprego apontam que, em 2019, 88% dos jovens adultos entre os 25 e os 34 anos com ensino secundário profissional ou qualificação de nível pós-secundário não superior estavam empregados, em comparação com os 83% registados entre os jovens com o 12.º ano do ensino regular. Por fim, o relatório destaca que a taxa de emprego em 2019 era mesmo superior aos portugueses da mesma faixa etária detentores de uma licenciatura, com uma percentagem de 86%. Os estudantes que terminam o ensino superior recebem, em média, mais 69% que os trabalhadores com o nível secundário de ensino.

Publicidade
Clica para comentar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *