Visite-nos em

A tua Revista

O Acesso ao Ensino Superior

Joana Fonseca

Publicado há

em

Adobe Stock

Este é, para muitos, o ponto de partida para início de um percurso exigente, o acesso ao Ensino Superior. Frases como “para quê tirar um curso, se provavelmente vais acabar no desemprego” ou “vais desperdiçar mais uns anos a estudar para depois receberes o ordenado mínimo”… Não te preocupes com o que os outros dizem, o que interessa é o que tu queres para o teu futuro, e se passa por seguires um curso superior, força! A Mais Educativa está aqui para te ajudar e dar-te informações que precisas para conseguires enfrentar esta nova fase da tua vida.

Quem se pode candidatar ao Ensino Superior?

Todos os estudantes que:

• Tenham concluído o 12.º ano no ensino português, caso tenha sido no estrangeiro tem que ser equivalente;

• Tenham feito no ano em que se candidatam, ou nos dois anos anteriores, os exames nacionais correspondentes às provas de ingresso para o curso a que se candidatam;

• Tenham as notas exigidas para o curso a que se candidatam;

• Tenham feito os pré-requisitos, se forem exigidos para o curso a que se candidatam.

Quais os documentos e requisitos para te candidatares?

Para realizares a tua candidatura ao Ensino Superior necessitas:

Da ficha ENES – É um documento que é emitido pela escola secundária, que contém a tua classificação final no Ensino Secundário e as notas que obtiveste nas provas de ingresso;

Da autenticação na plataforma de candidatura – Pode ser feita através de uma senha de acesso ou então do Cartão de Cidadão, códigos PIN e um leitor de cartões;

Para fazeres a candidatura online tens que começar pelo Pedido da Senha. Este pedido é feito no portal da Direção Geral do Ensino Superior (DGES), onde irás preencher um formulário, depois receberás no teu e-mail um documento que deverás imprimir e certificar na tua escola secundária ou em qualquer Gabinete de Acesso ao Ensino Superior, só depois receberás outro e-mail com a senha que utilizarás para o acesso à plataforma.

Escolher o Curso

Em primeiro lugar, deves fazer uma pesquisa sobre quais os cursos disponíveis. Sê sensato, não escolhas por impulso ou só porque é uma área que achas interessante, no final pode dar-te muito prazer mas nenhum futuro… é preciso ser realista! O ideal é que juntes um pouco de razão e um pouco de coração.

Mas vamos com calma, tens a possibilidade de escolher seis pares que combinam curso/instituição, assim tens mais probabilidades de conseguir uma vaga. É importante que ao colocares as tuas escolhas as ponhas por ordem decrescente de preferência, ou seja, começando com aquela que será a tua primeira escolha até à que preferes menos.

É igualmente importante que quando realizas a tua pesquisa, não te esqueças de ver qual é a média do último aluno colocado no último ano. O risco de escolheres o curso e não teres em atenção o fator da média é ficares apenas com a opção de concorreres à 2.ª e 3.ª fases, com menos vagas. Por isso, no site da DGES – Direção Geral de Ensino Superior podes procurar toda a informação relativa às instituições e cursos e instituições disponíveis, através do endereço www.dges.gov.pt.

Média

É nesta fase que será preciso a Ficha ENES, que como sabes, é onde constam todas as tuas notas necessárias para o acesso ao Ensino Superior. A tua média do Secundário é calculada de forma diferente conforme o curso do secundário, tens de considerar ainda que para efeitos de acesso ao Ensino Superior, a classificação final é calculada até às décimas, sem arredondamentos. Após teres a nota dos exames e a tua média do curso, basta consultares o Guia da Candidatura 2020, saber qual é o peso das Provas de Ingresso e da média do secundário de cada um dos cursos para obteres a tua nota de candidatura. Não te esqueças que, tal como nas Provas de Ingresso, alguns estabelecimentos de ensino superior exigem determinados cursos com nota mínima de candidatura.

Pré-requisitos

Deves ter em atenção pois existem alguns cursos que pedem Pré-requisitos, que poderás ter já realizado ou não conforme o tipo em causa. Estes Pré-requisitos são condições de natureza vocacional, física e funcional exigidos para o acesso a determinados cursos do Ensino Superior.

Este ano devido à pandemia, as datas foram alteradas, por isso, a Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior (CNAES) alterou o calendário da avaliação de Pré-requisitos até dia 30 de junho, deixando de haver duas fases para realização de provas.

Queres saber mais sobre este tema? Fica a saber tudo em https://bit.ly/ME_JUN_2020

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PGlmcmFtZSAgc3R5bGU9ImRpc3BsYXk6IGJsb2NrOyBtYXJnaW46IDBweCBhdXRvOyIgIGlkPSJfeXRpZF84NjA0MSIgIHdpZHRoPSI0OTAiIGhlaWdodD0iMjc2IiAgZGF0YS1vcmlnd2lkdGg9IjQ5MCIgZGF0YS1vcmlnaGVpZ2h0PSIyNzYiIHNyYz0iaHR0cHM6Ly93d3cueW91dHViZS5jb20vZW1iZWQvUmdEV0xqV1I5LWs/ZW5hYmxlanNhcGk9MSZhdXRvcGxheT0xJmNjX2xvYWRfcG9saWN5PTEmcmVsPS0xJml2X2xvYWRfcG9saWN5PTEmbG9vcD0wJm1vZGVzdGJyYW5kaW5nPTAmZnM9MSZwbGF5c2lubGluZT0wJmF1dG9oaWRlPTImdGhlbWU9ZGFyayZjb2xvcj1yZWQmY29udHJvbHM9MSYiIGNsYXNzPSJfX3lvdXR1YmVfcHJlZnNfXyBuby1sYXp5bG9hZCIgdGl0bGU9IllvdVR1YmUgcGxheWVyIiAgYWxsb3c9ImF1dG9wbGF5OyBlbmNyeXB0ZWQtbWVkaWEiIGFsbG93ZnVsbHNjcmVlbiBkYXRhLW5vLWxhenk9IjEiIGRhdGEtc2tpcGdmb3JtX2FqYXhfZnJhbWViamxsPSIiPjwvaWZyYW1lPg==