Connect with us

A tua Revista

Fórum dos Campeões

Mais Educativa

Publicado há

em

Portugal tem uma Seleção Nacional das Profissões, que em competições internacionais representa o país e que, ao longo dos anos, tem conseguido aumentar o número de títulos e medalhas. Esta equipa é composta por jovens, com idades entre os 17 e os 25 anos, que concluíram ou que se encontram a frequentar um percurso de qualificação, em modalidades de educação e formação profissional, onde se destaca o nível individual de competências, rigor e domínio de técnicas e ferramentas necessárias para o exercício de cada profissão. São os melhores dos melhores, eleitos no Campeonato Nacional das Profissões, que se realiza de dois em dois anos. Estes jovens são respeitados internacionalmente e têm conseguido distinções no Campeonato Europeu das Profissões e Campeonato Mundial das Profissões.

Sara Abreu, pelo Instituto para a Qualificação, IP-RAM – Centro de Formação Profissional da Madeira, é um dos jovens Campeões das Profissões que vamos apresentar.

Sara Abreu relembra que desde muito nova admirava a área de Esteticismo, era algo que a fascinava, “o simples facto de poder ajudar a conquistar a autoestima das pessoas era maravilhoso, por isso, quando tive oportunidade optei por tirar uma formação nessa área”.

A área de Esteticismo consiste em lidar com questões relacionadas com a beleza e bem-estar físico e mental das pessoas. Para isso, a profissional tem que ser capaz de avaliar, selecionar e indicar qual o tratamento correto para cada cliente e isso envolve “tratamentos corporais, faciais, manicura, pedicura, depilação e até mesmo maquilhagem” conta a jovem.

O gosto pelo bem-estar foi muito mais além quando Sara ainda estava na formação e foi-lhe dada a oportunidade de participar na 44.ª Edição do Campeonato Nacional das Profissões, que decorreu entre 9 e 14 de fevereiro, em Setúbal, “foi um sonho tornado realidade”, afirma a jovem.

Sara ficou radiante, tinha noção das dificuldades inerentes quando chegou ao Campeonato Nacional das Profissões, pois iria enfrentar os melhores do país, mas sabia que ao ser chamada para participar era porque merecia!

Conseguiu subir ao pódio e receber a medalha de prata. “É uma sensação única e inexplicável! É sentir orgulho do trabalho e dedicação durante todo o processo. Nunca pensei chegar tão longe nesta competição”. A jovem conta que esteve sempre com os pés bem assentes na terra “não ia com o pensamento de vitória, mas tinha confiança suficiente e sabia que valeria a pena tentar”. O esforço de Sara acabou por compensar. Acredita que foi uma experiência única e com a certeza de que gostaria de repetir, “fez-me evoluir imenso como profissional e pessoa”.

Questionada sobre os objetivos para o futuro, a jovem pretende que as pessoas continuem satisfeitas e a sentirem-se bem com os seus serviços e “mais do que nunca chegar ao Campeonato Mundial das Profissões”, acrescenta.

Podes saber mais em WorldSkills Portugal

[Fotos IEFP]

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *