Visite-nos em

Lazer & Cultura

O DOBRA Festival de Cinema Documental vai trazer uma programação dedicada aos jovens, em Braga

Beatriz Cavaca

Publicado há

em

O Festival de Cinema Documental de Braga DOBRA, vai decorrer dias 25 e 26 de novembro, com programação do Porto/Post/Doc,  e pretende mostrar aos jovens um tipo de cinema diferente do que estes estão habituados.

Vão ser oito sessões para o público escolar e uma aberta a adultos, numa iniciativa promovida pela equipa do Plano Nacional de Cinema do Agrupamento de Escolas Carlos Amarante (PNC-AECA), o sexto maior agrupamento escolar do país.

O DOBRA será exibição gratuita, terá como anfitrião, o Espaço Vita, e como mecenas o grupo empresarial DST.

Quanto ao programa, sabe-se que no dia 25, a partir das 09:30, os alunos do 2.º Ciclo terão acesso a uma programação que inclui “Dva Tramvaya”, de Svetlana Andrianova, “Le Renard Minuscule” de Aline Quertain, “Le Lion Et Le Singe” de Benoit Feroumont, “Snowflake”, de Natalie Chernysheva, “Paniek!”, de Joost Lieuwma e Dann Velsink, “The Bird & The Whale”, de Carol Freeman, “Hors Piste”, de Léo Brunel, Loris Cavalier, Camille Jalabert e Oscar Malet e ainda, “Vivat Musketeers!”, de Anton Dyakov.

Às 11:30 o público do pré-escolar e do 1.º Ciclo é convidado a assistir aos filmes “Coucouleurs” de Oana Lacroix, “SamsDream” de NolweenRoberts, “Le Tigre SansRayures” de Raul RobinMoralesReyes, “Sloth”, de Julia Ocker, e “La Petite Pousse”, de Chaitane Conversat.

Já no dia 26, o DOBRA é dedicado aos alunos do 3.º Ciclo com “Viagem a Cabo Verde”, de José Miguel Ribeiro, “Kali, O Pequeno Vampiro”, de Regina Pessoa, “Água Mole”, de Alexandra Ramires (Xá) e Laura Gonçalves, “Cidade Pequena”, de Diogo Costa Amarante, “Russa”, de João Salaviza e Ricardo Alves Jr.

Por fim, “Transnistra”, de Anna Eborn, em competição na edição Porto/Post/Doc 2019, é o filme para o Ensino Secundário, tendo exibição dupla para as tardes de segunda e terça-feira, às 14:00 e 16:00.

Via ainda existir depois disto, uma sessão gratuita aberta ao público geral onde se pode assistir a “Hamada”, de Eloy Domínguez Serén, filmado entre o povo saarauí, no deserto e vencedor da Competição Internacional do Porto/Post/Doc 2018.

[Imagem: Pexels]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *