Visite-nos em

Em destaque

Carly Santos: “Há dias em que a saudade aperta mais que noutros e as coisas ficam mais difíceis”

Sofia Rebanda

Publicado há

em

“Mequié pessoal, tá lá?”. É assim que Carly Santos, uma das youtubers mais mediáticas da atualidade em Portugal, inicia os seus vídeos. A madeirense de gema, somente em meio ano, conquistou o coração de vários fãs, contando com milhares de visualizações e subscritores no seu canal.

A Carly revelou à Mais Educativa as próximas novidades do canal e explicou-nos como foi a adaptação à sua nova cidade e à vida no YouTube.

 

O QUE TE LEVOU A CRIAR UM CANAL NO YOUTUBE?

A verdade é que a ideia de criar um canal não partiu de mim, nunca tinha pensado em ser youtuber nem conhecia esse enorme mundo digital, pelo que esta minha aventura no YouTube começou de uma forma muito inesperada. Vim para o continente com um único objetivo: tirar o curso de direito. O ser youtuber foi uma oportunidade que surgiu depois, a convite de uma pessoa de quem tenho ganho um enorme apreço e admiração: o Paulo Sousa. Confesso que, ao início, essa ideia assustou-me um pedacinho, mas decidi arriscar. E ainda bem que o fiz!

O QUE ESTÁS A ACHAR DESTE MUNDO DOS YOUTUBERS?

É absolutamente incrível. Aliás, não consigo sequer perceber como era possível eu não conhecer todo este mundo digital… acho que só mesmo estando “dentro” disto para perceber. Tenho sido uma sortuda por estar a experienciar tudo isto de forma tão célere!

ACHAS QUE O YOUTUBE TE ABRE PORTAS A NÍVEL PROFISSIONAL?

É um misto. Por um lado, penso que o facto de fazer vídeos para o YouTube e de ter tanta informação sobre mim na internet, me pode prejudicar relativamente a certas saídas profissionais, como é o caso da magistratura (que desde sempre foi a minha profissão de sonho). No entanto, sabia dessa eventualidade desde o início e abdicar disso foi uma escolha só minha. Contudo, por outro lado, o YouTube dá-me a oportunidade de trabalhar com diversas marcas com as quais me identifico muito, com as quais nunca pensei trabalhar ou estar relacionada, e claro que isso poderá vir a abrir-me muitas portas a nível profissional no futuro.

GOSTAVAS DE FAZER DO YOUTUBE A TUA PROFISSÃO OU VAI FICAR PARA SEGUNDO PLANO?

Eu adoro o que faço e adorava poder fazer vida disto, mas a verdade é que esta profissão é uma incerteza constante e de um dia para outro tudo pode acabar. Estou a tirar o curso de direito por isso mesmo, para me salvaguardar caso um dia isto deixe de resultar, mas pretendo (e vou) trabalhar para que eu possa fazer do YouTube a minha profissão.

 

ESTAVAS À ESPERA DE TER ESTE SUCESSO E POPULARIDADE REPENTINA?

Para ser sincera, não. Estou imensamente grata por todas as pessoas que me têm acompanhado e que gostam de mim e do conteúdo que partilho. Os números que consegui alcançar deixam-me mesmo muito feliz e orgulhosa. Mas claro, ambiciono e trabalharei para vir a crescer muito mais!

COMO TENS LIDADO COM ESSA POPULARIDADE?

Acho que tenho lidado bem com a situação. Há certos pontos da minha vida que mudaram e noto algumas diferenças do “antes e depois” de ser youtuber, mas a verdade é que a popularidade e o reconhecimento trazem muito mais coisas positivas do que negativas. Reconheço a sorte que estou a ter e agradeço todos os dias por isso. Estou a adorar esta fase da minha vida!

COMO CONCILIAS A VIDA DE ESTUDANTE COM A VIDA DE YOUTUBER?

Admito que, por vezes, é mesmo muito difícil conciliar as duas coisas. Apesar de eu ter as coisas muito facilitadas em certos pontos, o YouTube é uma coisa que me leva muito tempo, trabalho e dedicação. Desde o ter a ideia até à produção e edição do vídeo, até mesmo a necessidade de estar sempre “ativa” e atenta às redes sociais. Mas o tempo é o que nós fazemos dele e tudo se consegue. É completamente possível ser youtuber e fazer o curso com sucesso, basta querer!

QUE TIPO DE VÍDEOS MAIS GOSTAS DE FAZER E QUAL AQUELE QUE TE DEU MAIS GOZO FAZER?

Adoro fazer colaborações, acho que trazer outros youtubers ao canal torna tudo muito mais interativo e engraçado. As pessoas gostam de ver e são os que eu mais gosto de fazer! Acho que aquele que me deu mais gozo foi talvez um dos meus últimos vídeos, onde o Diogo teve que vestir a minha roupa, ou o vídeo onde fiz uma prank call à minha mãe.

SE TIVESSES QUE ESCOLHER UMA PESSOA COM QUEM FAZER UM VÍDEO, QUEM SERIA?

Adorava conhecer e fazer um vídeo com a Helena Coelho, admiro muito o seu trabalho. Mas se os Dude Perfect quisessem que eu participasse num vídeo deles também fazia o esforço (risos).

 

“Trabalharei para vir a crescer muito mais!”

 

QUAIS VÃO SER AS PRÓXIMAS NOVIDADES NO CANAL?
Quero trazer muitas coisas novas para o canal, mas é preciso tempo para consolidar as ideias e fazer algo bem feito. Por enquanto, vou começar com os vlogs, que é algo que me pedem muito e que eu sempre quis fazer.

O QUE DE MELHOR TE TROUXE O YOUTUBE?

O YouTube trouxe-me tanta coisa boa! Só tenho a agradecer por tudo. O carinho e apoio que recebo diariamente das pessoas, enche-me o
coração e motiva-me sempre a fazer mais e melhor. Mas sem dúvida, que de tudo o que o YouTube me trouxe de bom, o melhor foram mesmo as pessoas que eu conheci. Pessoas incríveis que vou levar comigo para sempre.

QUEM É A TUA MAIOR INSPIRAÇÃO?

Acho que não consigo apontar uma só pessoa como a minha maior inspiração. Sigo muitas pessoas que eu acompanho e admiro e de certa forma todas elas me inspiram à sua maneira.

COMO FOI A MUDANÇA DA MADEIRA PARA COIMBRA?

Ao início foi muito complicado para mim, e confesso que ainda é um pedacinho, mas já me acostumei. A verdade é que há dias em que a saudade aperta mais que noutros e as coisas ficam mais difíceis… No entanto, tenho a sorte de ter do meu lado pessoas de quem eu gosto muito e que de certa forma me fazem sentir em casa, mas a chamada ao final do dia para os papás continua a ser uma coisa indispensável para mim, sem dúvida que são as pessoas que mais falta me fazem.

PENSAS REGRESSAR À MADEIRA OU VAIS FICAR PELO CONTINENTE?

Tenho um amor enorme pela Madeira e vai ser para sempre o meu sítio preferido no mundo. Todavia, tenho noção que, a nível profissional, teria muito mais e melhores oportunidades cá no continente do que teria se regressasse à Madeira. É uma pergunta difícil, só com o tempo vou conseguir responder.

QUE CONSELHOS DÁS ÀS MENINAS QUE GOSTAVAM DE SER YOUTUBER COMO TU?

Em primeiro lugar, não tenham medo. Não tenham medo de errar, de falhar, de receber comentários menos bons e, mais importante ainda, daquilo que as outras pessoas vão achar. Sejam vocês mesmas. Se gostam, façam. Se querem, façam. Sentirmo-nos realizados é dos melhores sentimentos do mundo. E em segundo lugar, claro, não desistam, nunca! Um dia vai dar certo!

 

[Fotos: cedidas pela entrevistada]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Trending

PGlmcmFtZSB3aWR0aD0iMTAwJSIgaGVpZ2h0PSIxMDAlIiBzcmM9Imh0dHBzOi8vd3d3LnlvdXR1YmUuY29tL2VtYmVkL3ExY3hNUW90YnZRIiBmcmFtZWJvcmRlcj0iMCIgYWxsb3dmdWxsc2NyZWVuPjwvaWZyYW1lPg==