Visite-nos em

Lazer & Cultura

Caretos, foliões e mascarados envolvem Lisboa em tradição

Sofia Rebanda

Publicado há

em

A tradição dos rituais da máscara ibérica espalha-se pelo Jardim da Praça do Império em Belém, de 16 a 19 de maio, graças ao Festival Internacional da Máscara Ibérica (FIMI).

Caretos, foliões e mascarados saem novamente à rua, em quatro dias, para trazer muita tradição e animação à capital.

Esta 14ª edição do FIMI, tem a Fundação Inatel como uma das entidades organizadoras do festival (em parceria com a Progestur, EGEAC – Câmara Municipal de Lisboa). O Festival deste ano terá uma forte aposta na programação. Os participantes terão a acesso a workshops, exposições, danças tradicionais, debates, espetáculos de música, mostra de produtos regionais, ateliers de artesanato, animação infantil e ainda vários momentos de animação de rua com grupos de máscaras vindos de Portugal, Espanha, Colômbia, Hungria, Macau e Sardenha.

No dia 18 de maio está agendado o ponto alto do festival, o Grande Desfile da Máscara Ibérica, que este ano conta com mais de 40 grupos de máscaras e aproximadamente 700 participantes.

O desfile, com início marcado para as 16h30, terá a participação dos estreantes Busós da Hungria, dos Leões de Macau e das máscaras dos Urthos e Buttudos da Sardenha, Itália. Do lado de Espanha também se estreiam a Asociación Fieles Jesús Caído del Paso y María Santísima de la Amargura de Málaga, a banda de gaitas “El Gaitero” e os Mazcaraos de Rozaes, ambos de Villaviciosa, Astúrias.

Além destes novos grupos o evento conta novamente com a participação da Colômbia representada pela Selva Africana do Carnaval de Barranquilla e do Folclor Colombia, não esquecendo ainda os habituais caretos e foliões de Portugal e Espanha.

Este ano a componente musical também será reforçada e o Palco Ibérico volta a trazer ritmos folk de raiz tradicional europeia, combinados com outros elementos de fusão.

O cartaz começa no dia 17 de maio (sexta-feira) com o grupo português Recanto, e com os espanhóis Skama la Rede.

No fim-de semana a animação fica a cargo do músico O Gajo e dos Galandum Galundaina, que sobem ao palco no dia 18 de maio (sábado). Na tarde de domingo a música será garantida pelos Ciranda. Além das atuações do Palco Ibérico, esta edição terá um espaço dedicado às performances de grupos de cultura tradicional e animação infantil.

Durante os quatro dias do FIMI é possível visitar o espaço da Fundação Oriente na Mostra de Regiões, e ver a mostra de artes performativas da China, nomeadamente a ópera chinesa e o teatro exorcista nuoxi. Antes mesmo de começar o XIV FIMI já estão programadas várias atividades que decorrerão no âmbito do evento, com especial destaque para as duas exposições fotográficas sobre a máscara – “Desfile com Máscara FIMI 2019” e “Por detrás da Máscara” – assim como uma exposição de desenhos dos Urban Sketchers.

Esta iniciativa que pretende destacar a plasticidade e riqueza artística do património da Máscara inicia-se todos os dias a partir das 10h30 e é de entrada livre.

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Trending

PGlmcmFtZSB3aWR0aD0iMTAwJSIgaGVpZ2h0PSIxMDAlIiBzcmM9Imh0dHBzOi8vd3d3LnlvdXR1YmUuY29tL2VtYmVkL3ExY3hNUW90YnZRIiBmcmFtZWJvcmRlcj0iMCIgYWxsb3dmdWxsc2NyZWVuPjwvaWZyYW1lPg==