Visite-nos em

Publireportagem

Profissionais de TI? Procuram-se!

Sofia Rebanda

Publicado há

em

É inegável que temos assistido, cada vez mais, nos últimos anos, a uma elevada procura, por parte das empresas, de profissionais das áreas de TI, o que demonstra que este é um caminho certamente mais seguro no momento da escolha da carreira profissional a prosseguir ou da formação complementar a apostar.

A realidade dá-nos a conhecer que os profissionais de TI são dos poucos que ainda têm hipótese de escolha num mercado de trabalho tão saturado, e que a procura por formação especializada aumenta a par da procura de mercado.

Tendo em conta esta realidade, como é possível dar resposta a esta necessidade do mercado?

A resposta está na formação. Existem diversas áreas de TI que podem ser exploradas de acordo com a vontade, disponibilidade e intenção de quem as procura.

Se é um facto que as licenciaturas já não são uma garantia de emprego, a aposta pode passar em alternativas de formação que forneçam o conhecimento e a componente prática que é exigida no mercado de trabalho, e aqui as Academias Rumos são uma alternativa à universidade.

As Academias são programas de estudo completos com formação, certificação técnica e estágio, focadas em áreas com maior probabilidade de empregabilidade no futuro, como Business Intelligence, Base de Dados, Programação, Cyber Security, Redes e Sistemas e IT Management & Strategy. Os formandos que terminam estas Academias com sucesso ficam aptos a entrar no mercado de trabalho. A certificação (Microsoft, Cisco, Red Hat, Oracle, entre outras) comprova o conhecimento adquirido e é reconhecida a nível nacional e mundial, pelo que a maioria das entidades recrutadoras considera uma mais-valia a existência de certificações em Tecnologias de Informação quando escolhem um candidato. A componente prática e contacto ou integração no mercado de trabalho é proporcionada pelo estágio em empresas de média e grande dimensão nas áreas de TI, Banca, Seguros, Software House reconhecidas no mercado nacional e internacional.

Estas Academias proporcionam ainda o desenvolvimento das soft skills dos formandos, competências essenciais para o dia-a-dia de trabalho que implique o contacto com o cliente ou o trabalho em equipa e, por isso, tão valorizadas no interior da organização na qual vão trabalhar.

A formação profissional em áreas de TI, como as Academias Rumos, permite dar resposta a um mercado, que procura quase desenfreadamente por profissionais especializados, ao formar de forma mais rápida, mas eficaz, profissionais multidisciplinares.

 

 

[Foto: Divulgação]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Trending

PGlmcmFtZSB3aWR0aD0iMTAwJSIgaGVpZ2h0PSIxMDAlIiBzcmM9Imh0dHBzOi8vd3d3LnlvdXR1YmUuY29tL2VtYmVkL3ExY3hNUW90YnZRIiBmcmFtZWJvcmRlcj0iMCIgYWxsb3dmdWxsc2NyZWVuPjwvaWZyYW1lPg==