Visite-nos em

Lazer & Cultura

O ADN da Tua Escola: Escola Secundária Carlos Amarante

Avatar

Publicado há

em

O QUE TORNA UMA ESCOLA DIFERENTE? SÃO AS INSTALAÇÕES? OS PROFESSORES? OS PROJETOS? A METODOLOGIA ADOTADA NAS AULAS?
OS ALUNOS? A MAIS EDUCATIVA SABE QUE É UM POUCO DE TUDO ISTO – E AINDA MAIS ALGUM FATOR X.

No ADN desta edição, conhecemos a Escola Secundária Carlos Amarante.

 

Entrevista a Dr.ª Hortense Santos, Diretora

 

Quais as principais apostas da vossa oferta formativa?

A diversidade da nossa oferta educativa e formativa reflete a matriz das nossas origens, daí que disponibilizamos as valências dos cursos
profissionalizantes, associados à nossa história – mecânica, eletricidade, eletrónica, construção civil, design, desporto e informática.
Esta oferta é desenhada tendo em conta que os alunos são a nossa razão de ser, o foco da nossa ação. É para o sucesso dos alunos que orientamos
as nossas práticas, tornando a escola eficaz, adotando as estratégias necessárias para assegurar esse objetivo.
Enquanto escola secundária, a ESCA é reconhecida na cidade de Braga e na região pela sua história e pelo notável contributo na formação de várias gerações. O ensino secundário continua a ser muito procurado, por isso o número de turmas mantem-se elevado. A oferta educativa centra-se, essencialmente, nos cursos do ensino secundário – todas as opções dos cursos científico-humanísticos, cursos profissionais, cursos de educação e formação de adultos (EFA) e ensino recorrente, proporcionando percursos diferenciados onde os alunos podem desenvolver a sua formação e preparar-se para a vida ativa. Desde sempre gostamos de inovar e vencer desafios e reconhecendo que a diversidade da oferta curricular será um fator impulsionador do sucesso educativo, desde o ano letivo 2015/16 lecionamos a opção de Mandarim como Língua Estrangeira III no currículo dos Cursos Científico-Humanísticos, integrando um projeto piloto superiormente autorizado.
Este ano, o Ministério da Educação desafiou o nosso Agrupamento para um novo projeto que envolve esta língua. Propôs a celebração de um Protocolo de Geminação e Intercâmbio Escolar entre a Escola Secundária Carlos Amarante e a Escola Secundária Luso-chinesa de Luís Gonzaga Gomes, da Região Administrativa Especial de Macau, República Popular da China, assinado, com entusiasmo, por todos os envolvidos, no passado dia 8 de fevereiro, em Lisboa. O Protocolo de Geminação e Intercâmbio Escolar visa estabelecer entre os signatários atividades de cooperação, baseadas numa relação de amizade e de partilha entre os respetivos alunos, assim como entre os docentes e órgãos de gestão, através de contactos regulares, com vista a melhorar os padrões profissionais e aumentar a compreensão e a amizade mútuas, no respeito pela diversidade humana e cultural centrada nos direitos humanos Os resultados do acesso ao ensino superior deixam-nos satisfeitos pelo trabalho realizado com os nossos alunos. Por um lado, a maioria entra na primeira opção e, por outro, muitos são colocados nos cursos com médias de acesso mais elevadas.

 

Em termos de projetos e atividades extracurriculares, qual a iniciativa/ quais as iniciativas a destacar neste ano letivo?

Acrescentamos aos resultados académicos, o desempenho dos alunos em algumas atividades ou projetos de reconhecido mérito para a escola ou comunidade. Os fatores que contribuem para os bons resultados são diversos. Apontamos alguns – o clima de escola, que privilegia um bom ambiente de estudo, o corpo docente estável, com muitos anos de escola (alguns professores são ex-alunos), exigente, trabalhador e competente, o sentimento de pertença à instituição, por parte de todos, não esquecendo o pessoal não docente. Mas os resultados escolares não são a única preocupação. Proporcionamos aos nossos estudantes projetos diferenciados, onde poderão desenvolver as suas aptidões, gostos e preferências, nomeadamente no Teatro Escolar, no Desporto Escolar, integrando diferentes modalidades, no programa ERASMUS+, nas visitas de estudo, no Eco Escolas, em projetos de voluntariado, e outros. Os alunos desenvolvem o gosto pelo estudo na Oficina de Mandarim, nas Olimpíadas da Matemática, da Física, da Química e nos Clubes de Filosofia, das Línguas… As equipas da Biblioteca oferecem aos alunos atividades como a promoção da leitura e o contacto com os autores de livros. Promovem a semana da leitura, concursos de poesia, a Feira do Livro… Integramos o Plano Nacional de Leitura e o Plano Nacional de Cinema. No âmbito do Projeto da Educação para a Saúde realizamos palestras sobre os temas com personalidades de reconhecido mérito. Realizam-se ações no âmbito da comemoração da Alimentação Saudável, Dádiva de Sangue, Violência no Namoro, Igualdade de Género. Todas estas atividades têm em conta o princípio orientador do Projeto Educativo, a saber: desenvolver, segundo padrões de exigência e qualidade, a aptidão dos alunos para a aquisição e valorização de saberes e competências que lhes permitem enfrentar o mundo moderno nas vertentes natural, social e política, económica e cultural. Aliado a uma cultura de exigência e sucesso, temos por princípio não deixar nenhum aluno para trás, pois a inclusão, a equidade e a justiça social estão sempre presentes no nosso quotidiano.

 

 

 

[Foto: Cedidas pelos entrevistados]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *