Visite-nos em

Notícias

Gulbenkian vai ter exposição onde podes ouvir a tua atividade cerebral

Avatar

Publicado há

em

Estás pronto para mergulhar numa análise detalhada sobre o interior do teu cérebro?

A Gulbenkian tem uma nova exposição que te convida a conhecer melhor a tua mente: chama-se Cérebro: Mais Vasto que o Céu e vai ser inaugurada a 16 de março, em Lisboa. Esta mostra vai reunir bastante informação sobre como a mente funciona e contar com várias atividades interativas.

Já alguma vez pensaste que fosse possível ouvir a tua própria atividade cerebral? A verdade é que vais ter oportunidade de o fazer! Nesta exposição, podes encontrar uma orquestra de cérebros. Nós explicamos: trata-se de uma instalação de multimédia em que quatro visitantes podem ver e ouvir, em simultâneo, a sua atividade cerebral. Os sinais são captados por um capacete especial e projetados numa tela gigante! A tradução desses sinais para sons foi da responsabilidade do músico Rodrigo Leão.

Esta exposição é composta por três núcleos. O primeiro foca-se na origem dos cérebros e na evolução biológica dos vários animais — incluindo, claro, os humanos. Neste núcleo vais encontrar, por exemplo, uma escultura de 12 metros de um neurónio! Esta vai estar iluminada com LED que simulam disparos neuronais sempre que aparecer uma pessoa.

O segundo núcleo foi desenvolvido com o objetivo de explicar a forma como o nosso cérebro dá origem aos pensamentos que temos sobre o mundo que nos rodeia – e também acerca de nós próprios. Há ainda uma secção acerca de linguagem e ilusões de ótica – a juntar à tal orquestra de cérebros de que falamos acima! O terceiro núcleo de Cérebro: Mais Vasto que o Céu foca-se na inteligência artificial.

Sabes o que é Mindball? Trata-se de um jogo de futebol mental no qual duas pessoas disputam uma partida e movem a bola em direção à baliza do adversário simplesmente através das suas ondas cerebrais! E adivinha: vais poder jogar nesta mostra!

Os bilhetes custam 5 euros (só estarão disponíveis online aquando da inauguração) e a exposição poderá ser visitada entre as 10 e as 18 horas na galeria principal da Gulbenkian. O espaço encerra às terças-feiras.

[Foto: Self Reflected(detalhe do cerebelo) Microgravura em ouro a 22K sob luz branca, 2014-2016Greg Dunn e Brian Edwards]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PGlmcmFtZSAgc3R5bGU9ImRpc3BsYXk6IGJsb2NrOyBtYXJnaW46IDBweCBhdXRvOyIgIGlkPSJfeXRpZF8zODQ5MiIgIHdpZHRoPSI0OTAiIGhlaWdodD0iMjc2IiAgZGF0YS1vcmlnd2lkdGg9IjQ5MCIgZGF0YS1vcmlnaGVpZ2h0PSIyNzYiIHNyYz0iaHR0cHM6Ly93d3cueW91dHViZS5jb20vZW1iZWQvUmdEV0xqV1I5LWs/ZW5hYmxlanNhcGk9MSZhdXRvcGxheT0xJmNjX2xvYWRfcG9saWN5PTEmcmVsPS0xJml2X2xvYWRfcG9saWN5PTEmbG9vcD0wJm1vZGVzdGJyYW5kaW5nPTAmZnM9MSZwbGF5c2lubGluZT0wJmF1dG9oaWRlPTImdGhlbWU9ZGFyayZjb2xvcj1yZWQmY29udHJvbHM9MSYiIGNsYXNzPSJfX3lvdXR1YmVfcHJlZnNfXyBuby1sYXp5bG9hZCIgdGl0bGU9IllvdVR1YmUgcGxheWVyIiAgYWxsb3c9ImF1dG9wbGF5OyBlbmNyeXB0ZWQtbWVkaWEiIGFsbG93ZnVsbHNjcmVlbiBkYXRhLW5vLWxhenk9IjEiIGRhdGEtc2tpcGdmb3JtX2FqYXhfZnJhbWViamxsPSIiPjwvaWZyYW1lPg==