Connect with us

Lazer & Cultura

Dia Mundial do Okapi no Jardim Zoológico

Avatar

Publicado há

em

É um cavalo? Uma girafa? Uma zebra?

Não, é um Okapi! E no dia 18 de outubro comemora-se o seu Dia Mundial!

O Jardim Zoológico convida todos os amantes da Natureza a conhecerem melhor o mundo destes incríveis mamíferos e os perigos que enfrentam pela a sua sobrevivência. Além disso, os visitantes podem ver de perto o encantador casal da espécie!

O Okapi é oriundo da floresta equatorial da República Democrática do Congo. O seu parentesco com a girafa é muito visível e ambas pertencem à família Giraffidae. Tem um pescoço longo, orelhas grandes e eretas e a sua língua preênsil é tão comprida que é utilizada para limpar os próprios olhos, sobrancelhas e orelhas. O padrão da garupa e dos membros aproxima-o da Zebra, mas não o suficiente… Pois continua a ser o Okapi, a Girafa da Floresta!

Protegido pela floresta densa e pelo comportamento esquivo, o tímido Okapi é difícil de observar na Natureza, mesmo com os seus 2 metros de comprimento e perto de 300 kg de peso. A pelagem é castanha, composta por pelo muito suave e oleoso para que a água da chuva deslize até ao solo, permitindo-lhe manter-se seco mesmo nas alturas mais chuvosas da floresta equatorial africana. As exuberantes riscas negras e brancas são uma excelente camuflagem neste tipo de habitat, dificultando ser detetado – já que se confunde com os raios de luz penetrantes por entre a vegetação.

A espécie encontra-se em perigo de extinção devido à perda de habitat, consequência da atividade humana e dos conflitos armados na região. Estes conflitos impedem as ações de conservação, inviabilizam o acompanhamento e a segurança da floresta e intensificam atividades como a desflorestação para exploração mineira e madeireira, bem como a caça, tanto desportiva como para a obtenção da pele e da carne. Pensa-se que estará atualmente extinto no Uganda, onde habitava a floresta de Semliki.

O papel do Jardim Zoológico é de grande importância para a conservação da espécie. Alberga Okapis desde 2005, numa instalação criada de raiz para o efeito – o “Refúgio dos Okapis”. Este foi pensado ao pormenor para o bem-estar da espécie e é alvo de um rigoroso controlo de humidade e de temperatura no interior. Na zona exterior, os desníveis estão de acordo com as suas necessidades.

O Engenheiro José Dias Ferreira, Curador de Mamíferos do Jardim Zoológico, afirma que “O Jardim Zoológico orgulha-se não só de participar no Programa Europeu de Reprodução do Okapi (EEP) e de colaborar para o seu Studbook Internacional (ISB), mas também de, em 2010, ter sido a única instituição europeia a originar uma nova cria. E para confirmar o sucesso reprodutivo, foi já em 2013 que nasceu – sob o olhar atento de uma equipa multidisciplinar incluindo veterinários e tratadores – uma segunda cria de Okapi no “Refúgio dos Okapis” do Jardim Zoológico, em Lisboa. Através do seu Fundo de Conservação, apoiamos financeiramente o Programa de Conservação in situ dos Okapis, na República Democrática do Congo”.

[Foto: Jardim Zoológico]

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PGlmcmFtZSAgc3R5bGU9ImRpc3BsYXk6IGJsb2NrOyBtYXJnaW46IDBweCBhdXRvOyIgIGlkPSJfeXRpZF81NDkxMiIgIHdpZHRoPSI0OTAiIGhlaWdodD0iMjc2IiAgZGF0YS1vcmlnd2lkdGg9IjQ5MCIgZGF0YS1vcmlnaGVpZ2h0PSIyNzYiIHNyYz0iaHR0cHM6Ly93d3cueW91dHViZS5jb20vZW1iZWQvUmdEV0xqV1I5LWs/ZW5hYmxlanNhcGk9MSZhdXRvcGxheT0xJmNjX2xvYWRfcG9saWN5PTEmcmVsPS0xJml2X2xvYWRfcG9saWN5PTEmbG9vcD0wJm1vZGVzdGJyYW5kaW5nPTAmZnM9MSZwbGF5c2lubGluZT0wJmF1dG9oaWRlPTImdGhlbWU9ZGFyayZjb2xvcj1yZWQmY29udHJvbHM9MSYiIGNsYXNzPSJfX3lvdXR1YmVfcHJlZnNfXyBuby1sYXp5bG9hZCIgdGl0bGU9IllvdVR1YmUgcGxheWVyIiAgYWxsb3c9ImF1dG9wbGF5OyBlbmNyeXB0ZWQtbWVkaWEiIGFsbG93ZnVsbHNjcmVlbiBkYXRhLW5vLWxhenk9IjEiIGRhdGEtc2tpcGdmb3JtX2FqYXhfZnJhbWViamxsPSIiPjwvaWZyYW1lPg==