Connect with us

Guia de Acesso ao Ensino Superior 2017

Mentalidade aberta e foco no objetivo

Avatar

Publicado há

em

O Diogo Jesus mudou de curso, porque é no marketing que se sente como peixe na água. Encontrou na formação do ISCAP o pacote completo que lhe permite diferenciar o seu currículo na altura de procurar emprego, e não tem medo de sair da sua zona de conforto nem de experimentar coisas novas para aprender sempre mais e estar a par das mudanças nesta área.

Nome: Diogo Jesus
Universidade/Faculdade: Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto (ISCAP)
Curso/Ano: 3º ano de Marketing
Objetivo Profissional: Uma carreira plena de desafios

Porque é que escolheste esta área de formação?
“Não tenhas medo da mudança. Ela assusta, mas pode ser a chave daquela porta que tanto desejas abrir”. Esta frase é a melhor forma de explicar como vim eu parar à área de marketing. A minha caminhada no Ensino Superior começou numa área completamente diferente, mais propriamente a Engenharia Civil, mas por várias razões percebi que o meu rumo não passava por aí.
Decidi ir atrás de um sonho antigo, porque gosto de comunicar, de gerir pessoas, de ser criativo e empreendedor. E foi com base nisso que decidi mudar de curso para o ISCAP, onde o curso de marketing se revelou o mais completo e aliciante para os objetivos a que me propus.

O que destacas no teu curso?
Uma vez que já sou finalista, posso garantir que o balanço é bastante positivo. O ISCAP prepara desde cedo os seus estudantes para serem verdadeiros guerreiros no mercado de trabalho, dando todas as ferramentas necessárias para que possamos sair bem preparados e como profissionais de referência na área.
O marketing é provavelmente uma das áreas mais ricas do setor em que se insere, e o ISCAP proporciona aos seus estudantes um plano de estudos versátil e diversificado que abrange desde as áreas da comunicação, publicidade e gestão até às áreas da contabilidade e administração. Destaco também que, durante o período de estudos, podemos participar ou até mesmo organizar atividades extracurriculares, como o ISCULTURAP ou as Jornadas de Marketing.
Destaco também os programas de mobilidade existentes, graças aos quais estou neste momento no Brasil.

“Sinto que fiz a escolha certa, porque segundo diversos estudos é evidente que esta será uma das áreas mais procuradas e exploradas num futuro próximo.”

Quando escolheste o curso, olhaste para o fator emprego? O que esperas que ele te proporcione na altura de entrar para o mercado de trabalho?
Obviamente que sim. O fator emprego assume uma importância quase fulcral na escolha da área de estudo, sem pôr de parte o que queremos para o nosso futuro, a nossa vocação. Sinto que fiz a escolha certa, porque segundo diversos estudos é evidente que esta será uma das áreas mais procuradas e exploradas num futuro próximo. É também uma área onde a aprendizagem constante é fundamental para o sucesso no meio empresarial.
No meu caso particular, estou certo que a formação no ISCAP e os meus projetos e atividades extracurriculares serão fatores de diferenciação e uma mais-valia para uma inserção rápida no mercado de trabalho.

O que muda do Ensino Secundário para o Ensino Superior?
As mudanças não são muitas, mas as que existem são sentidas de forma bem evidente. No meu entender, a grande mudança traduz-se numa só palavra: Liberdade. Grande parte dos estudantes que ingressam o Ensino Superior passam automaticamente a ser os seus próprios encarregados de educação, e esta sensação de liberdade repentina pode ser negativa quando levada a exageros. Contudo, se for bem gerida, leva ao crescimento pessoal de cada um e sobretudo a uma maior responsabilidade.

O que precisaste de fazer para te adaptares ao mundo universitário? Em que é que sentes que mudaste?
Espírito e mentalidade aberta, tão simples quanto isso. No Ensino Superior, não faltarão oportunidades de integração e adaptação, pelo que só depende de cada um de nós sermos proativos nesse sentido. Se formos capazes de o fazer, teremos uma formação teórica e prática única, vamos ganhar muito em termos pessoais e vamos levar para a vida grandes amizades.

Que qualidades e competências consideras essenciais para ter sucesso no Ensino Superior?
Uma delas é o foco no objetivo, que deve ser aprender e absorver tudo o que pudermos – e não falo apenas das aulas. Uma simples conversa com um professor ou com um profissional pode ser chave, até porque, afinal de contas, é a tão famosa rede de contactos que vamos construindo um dos elementos mais diferenciadores.
Sejam aventureiros e críticos, saiam da zona de conforto e olhem à volta sempre com vista a melhorar.

Na tua opinião, porque devem os jovens escolher esta área de formação?
“Marketing is a race without a finishing line”. Muito sucintamente é isto. Um profissional de marketing nunca deve parar de aprender, de empreender, de sonhar. O marketing é versátil, está na moda, tem procura, e existe todo um potencial para sermos nós mesmos, profissionais de marketing, os elementos chave de um mercado empresarial cada vez mais exigente.

[Foto: cedida pelo entrevistado]

Esta entrevista é parte integrante do Guia de Acesso ao Ensino Superior 2017/18 da Mais Educativa, disponível para consulta aqui.

Publicidade
Clica para comentar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Artigos recentes

Publicidade

Noticias

Publicidade