Connect with us

Novidades

Meninas, sabem mesmo cuidar da vossa saúde?

Publicado há

em

Sabiam que nós, mulheres, temos um dia dedicado à nossa saúde? No passado dia 28 de maio assinalou-se o Dia Internacional da Saúde Feminina, e por esse motivo esta edição da Mais Educativa fez um artigo para responder às questões que mais te preocupam. Achas que cuidas bem de ti ou tens dúvidas que gostavas de ver esclarecidas?

Com a saúde não se brinca, e no caso da mulher há alguns cuidados a ter, sobretudo para quem se quer manter jovem, bonita, e saudável. Agora que o verão também está a chegar, há que ter alguns cuidados, não só a nível da alimentação e do exercício físico, como também com a pele e com a proteção da vossa intimidade.

Higiene e Infeções

Cuidados em época balnear
O verão é sinónimo de calor, mas também pode significar alergias, infeções ou irritações na pele. Antes de mais, deves providenciar uma boa limpeza em todo o teu corpo, sobretudo quando vais à praia, e proteger as partes íntimas ao usares biquíni ou fato de banho, conforme nos explicou a ginecologista Daici Zorron: “As meninas devem trocar mais vezes as roupas e evitar ficar com a veste húmida”, refere, para que possas “evitar a candidíase, uma infeção fúngica muito comum nas mulheres, que provoca irritação e comichão”, conclui.

No que diz respeito à higiene íntima, no caso de não apresentares nenhuma queixa, deves fazer a tua higiene normal e mudar a roupa interior diariamente. Se tiveres alguma dúvida, o melhor será mesmo marcares uma consulta de ginecologia, até porque não há idade para a fazeres, a não ser que pretendas dar início à tua vida sexual ou já a tenhas iniciado – se for esse o caso, não percas mais tempo e procura um profissional para te informares devidamente!

Higiene em locais públicos
No verão, é normal passares muito tempo fora de casa e, consequentemente, estares em contacto com locais públicos usando menos roupa e proteção. Nesse caso, há alguns procedimentos a ter em conta, sobretudo se precisares de ir a uma casa de banho. A Dra. Daici alerta para a importância de “lavares sempre as mãos antes de fazeres as tuas necessidades, caso contrário acabas por levar bactérias para o papel que estará em contacto com as tuas partes íntimas” – as mãos podem estar sujas porque é com elas que mexes em dinheiro, em maçanetas de portas e também no papel com que te vais limpar.
Para além disso, deves fechar a tampa da sanita antes puxar o autoclismo, porque ela está cheia de bactérias e, durante essa ação, emite gotículas para cima, o que aumenta a probabilidade de ficares com uma infeção urinária. É por esse motivo que todas as sanitas têm tampa!

Fiquei com Pé de Atleta, e agora?
O verão é uma altura propícia ao desenvolvimento do Pé de Atleta, uma infeção nos pés causada por um fungo. De acordo com a dermatologista Leonor Girão, o pé “acumula facilmente humidade entre os dedos, e daí o crescimento de fungos que dão origem ao problema, que se caracteriza por comichão e gretas”. Para te prevenires, precisas de andar sempre calçada e secar bem o espaço entre os dedos dos pés.
Isto é especialmente válido em parques aquáticos, por exemplo, porque são locais onde existe muita humidade.

Borbulhas e Pontos Negros
Se a tua intimidade é importante, deves também manter certos cuidados com o teu exterior. A dermatologista com quem falámos confirmou que “todos nós devemos preocupar-nos com a pele, da mesma forma que nos preocupamos com a lavagem dos dentes”. Nas alturas em que a tua pele estiver mais exposta ao vento ou ao sol, deves mantê-la hidratada para evitar que fique seca e, independentemente da idade, utilizar um creme hidratante e um produto para tomar banho que seja indicado para a pele.

E borbulhas e pontos negros, também tens? Também há solução! Trata-se de uma patologia que, em dermatologia, se designa por acne. Quando é ligeira, acaba por melhorar no verão devido à exposição solar – que torna a pele mais espessa e seca – levando à consequente diminuição da quantidade de gordura. Se se tratar de acne mais inflamatória, tem tendência a piorar. A Dra. Leonor Girão esclareceu que “é na adolescência que começam a aparecer mais irregularidades na pele, e, para nos livrarmos do problema, devemos usar um creme hidratante, ou até recorrer a medicação – sempre com aconselhamento médico”.

Qual o creme mais indicado ao meu tipo de pele?
Todos nós devemos usar um creme hidratante, que não tem que ser necessariamente diferente daquele que utilizamos no corpo. No entanto, a dermatologista alerta para a aplicação de um creme diferente, apenas se o tipo de pele facial diferir da corporal: “O que acontece é que na adolescência a pele da cara começa a produzir mais gordura e, nesse caso, deves optar por um creme para pele oleosa na face e um mais espesso para o corpo.”

As máscaras negras são prejudiciais à pele?
Ultimamente, têm surgido muitos vídeos no YouTube com jovens a removerem pontos negros com máscaras – e o resultado é mesmo espantoso! O problema é que, apesar de terem o efeito desejado, não são benéficas para a pele. Quem o afirma é a nossa especialista em pele: “As máscaras negras são feitas à base de cola e carvão ativado. A ideia poderia ser interessante, porque esta substância tem a capacidade de absorver e portanto a gordura sai. O problema é que aplicar um produto à base de cola de madeira não é uma ideia totalmente inteligente porque esses químicos não estão preparados para a aplicação direta na pele, podendo provocar reações alérgicas ou irritativas.”

Os perigos do Sol

Cuidados e Proteção
Podes apanhar sol durante a época balnear, com os devidos cuidados. Aliás, a nutricionista Ágata Roquette afirma mesmo que meia hora de exposição solar é o suficiente para obteres a vitamina D de que precisas. Se quiseres manter um bronze bonito e saudável, também podes levar cenouras cruas para a praia – elas ajudam a manter a tua pele com esse aspeto!

A proteção solar não inclui apenas o uso dos cremes, mas também o uso de chapéu, de roupas e da sombra nas horas de maior calor. Os produtos de proteção devem ser aplicados em grande quantidade, ter um índice de proteção 30 (no mínimo), e proteger contra a radiação UVB e UVA. Além destes conselhos, a dermatologista Leonor Girão alerta para os perigos das queimaduras solares: “A energia do sol vai atuar diretamente nas células, fazendo com que elas se alterem e se possam transformar, no futuro, em células malignas que depois se reproduzem e dão origem a cancro de pele.” Ao mesmo tempo, em termos estéticos, a tua pele fica mais envelhecida quando é exposta ao sol durante muitos anos, de forma regular.

Alerta Makeup!
És assumidamente vaidosa e gostas de estar sempre maquilhada? Não te esqueças de tirar o produto da cara antes de ires dormir! É necessário fazer uma boa limpeza da pele, porque a maquilhagem tapa os poros e faz aparecer borbulhas. A nossa dermatologista aconselha o uso de um creme próprio para proteger a pele, sobretudo para quem a tenha mais oleosa.
Há cremes próprios para remover a maquilhagem, como a água micelar. Os olhos podem ser limpos com algodão e água micelar. Se usares base e sombra, podes desmaquilhar-te com um gel próprio de limpeza.

[Reportagem: Mariana Morais]

Publicidade
Clica para comentar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Publicidade

Artigos recentes

Publicidade

Noticias

Publicidade