Connect with us

Novidades

A Medicina volta ao topo das médias mais altas

Publicado há

em

Depois de, na primeira fase, as Engenharias terem ficado no primeiro lugar das médias de acesso mais altas, na 2ª fase a Medicina recuperou o seu estatuto de curso mais exigente, ao nível das notas.

Isso aconteceu porque, na 2ª fase, as médias máximas para Medicina foram além dos 19 valores, enquanto que na 1ª fase não passaram dos 18,5. Foram quatro os cursos de Medicina (2 do Porto, 1 do Minho e 1 de Coimbra) e um curso de Engenharia e Gestão Industrial, o da Faculdade de Engenharia do Porto, a terem médias acima dos 19 valores, na 2ª fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior.

Divulgados os resultados, a Direção-Geral do Ensino Superior confirmou que as Engenharias foram dos cursos com mais vagas abertas e com mais alunos colocados. A Engenharia Informática, a Engenharia Eletrotécnica e a Engenharia Eletrónica e Telecomunicações e de Computadores foram os cursos desta área com maior número de colocados nesta 2ª fase.

Por outro lado, 12 cursos ficaram com 40 ou mais vagas por preencher, e 48 cursos não colocaram nenhum aluno nesta fase de candidaturas. Comparativamente ao ano passado, o número de candidatos aumentou 6,4%, e o número de colocados subiu 1,8%.

A 3ª fase de candidaturas ao Ensino Superior decorre de 6 a 10 de outubro.

Publicidade
Clica para comentar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Publicidade

Artigos recentes

Publicidade

Noticias

Publicidade