Connect with us

Ciência & Tecnologia

Medalhas olímpicas feitas de smartphones

Avatar

Publicado há

em

E se as medalhas atribuídas nos Jogos Olímpicos de 2020 fossem feitas a partir de smartphones reciclados?

Já sabemos que os japoneses são conhecidos pela sua criativa forma de pensar, e é bem provável que a próxima edição dos Jogos Olímpicos, que vai ter lugar em Tóquio, seja particularmente inovadora. E tendo em conta que ainda agora terminaram os Jogos do Rio, a coisa promete…

Medalhas olímpicas feitas de smartphones reciclados, o que te parece? A ideia terá partido de uma ONG japonesa, por forma a responder ao excesso de lixo eletrónico gerado no Japão, e já terá sido proposta à comissão organizadora dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Este é um país que produz cerca de 650 mil toneladas de lixo eletrónico todos os anos, e segundo dados da publicação Nikkei Asian Review, apenas 100 mil são recolhidos para reutilização. Feitas as contas, o desperdício anual chega às 550 mil toneladas.
Para além disso, o Japão não é um país particularmente rico em recursos naturais, pelo que poderá ser necessário adquirir a outros países o ouro, a prata e o bronze necessários para fabricar as medalhas.

Para se ter uma ideia do impacto que esta ideia poderia ter, a ONG Genki Net for Creating a Sustainable Society foi mais longe e apresentou números que dão que pensar: Para os jogos de Londres de 2012, foram precisos 9,6 quilos de ouro, 1.210 quilos de prata e 700 quilos de cobre para criar todas as medalhas entregues aos atletas. Dois anos depois, o Japão conseguiu recuperar 143 quilos de ouro, 1.566 quilos de prata e 1.112 quilos de cobre a partir de equipamentos eletrónicos descartados.

Será que esta é uma ideia vencedora?

[Fonte: Sapo Tek]

[Foto: Boxing News Online]

Publicidade
Clica para comentar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Artigos recentes

Publicidade

Noticias

Publicidade