Connect with us

Guia de Acesso ao Ensino Superior

Um ideal de vida especial

Publicado há

em

Uma área ideal para quem gosta de desafios, de viver a vida com simplicidade, e de privilegiar os valores e as tradições culturais. É assim que Alberto Ribeiro olha para a Agricultura, um setor exigente mas que, pelas múltiplas tarefas que pede, se torna dinâmico e afasta qualquer monotonia.

PROFISSIONAL_AGRICULTURA_RECURSOS_NATURAISNome: Alberto Ribeiro
Empresa e Atividade: Consultadoria, formação profissional e comércio de produtos para a agricultura na Agrotemplário, Unipessoal Lda.
Formação: Licenciatura em Engenharia Agrária e mestrando em Agricultura Sustentável

Que atividade(s) profissional(is) desempenha atualmente?
Diretor-Geral da Agrotemplário e formador na área das Ciências Agrárias e da Higiene e Segurança do Trabalho.

Sente-se realizado diariamente com a sua profissão? Porquê?
Perfeitamente realizado. Esta é a profissão que sempre quis ter e que me permite pôr em prática todos os conhecimentos que adquiri enquanto estudante, e ao longo dos muitos anos de experiência profissional.

Que papel desempenhou a sua formação superior para hoje ser um bom profissional? De que forma é que o preparou?
A minha formação no Ensino Superior capacitou-me com conhecimentos e competências sobre a organização e o planeamento da produção agrícola, desde a fertilização do solo, passando pela nutrição das plantas e a sua proteção fitossanitária, ao longo do ciclo biológico das culturas. Permitiu-me ainda obter capacidades ao nível do relacionamento interpessoal, absolutamente indispensáveis para o desempenho da minha profissão, e incutiu-me valores e princípios que ajudaram a construir e a moldar a minha personalidade como pessoa.

O contacto com a natureza e a capacidade de a entender fazem de nós seus parceiros e guardiões, com uma missão específica: Proteger e melhorar o que ela nos dá!

Em seu entender, o que é mais importante na transição da universidade para o mercado de trabalho?
O conhecimento técnico e científico são a base essencial para criar e desenvolver competências. Sem conhecimento não há capacidade criativa nem massa crítica. A multiplicidade de informação que a escola nos disponibiliza, mas sobretudo a forma de como a disponibiliza, fazem a diferença na capacidade de apreender e de cimentar o conhecimento. A singularidade, ou melhor, a diferenciação positiva que marca a diferença na qualidade de ensino, não se faz apenas na componente curricular, mas também e sobretudo na envolvente humana e social, no espírito empreendedor, na capacidade de transmissão de conhecimento e de informação, na transmissão de valores morais e de justiça social, e de integridade e ética profissional.
Na ESAS tive o privilégio de sorver, com gula, todos estes valores. Não há outra escola assim!

Que conselhos pode dar aos jovens que estejam indecisos na escolha desta área de formação?
A agricultura é uma atividade profissional que exige empenho, esforço, dedicação, capacidade de empreender e improvisar, mas sobretudo paixão. A multiplicidade de tarefas que temos que desempenhar fazem com que a monotonia esteja ausente do nosso dia a dia, e a responsabilidade que temos em produzir alimentos com qualidade e segurança é um desafio permanente e aliciante. O contacto com a natureza e a capacidade de a entender fazem de nós seus parceiros e guardiões, com uma missão específica: Proteger e melhorar o que ela nos dá!
Este ideal de vida torna-nos especiais. Para quem gosta de desafios, de viver a vida na simplicidade da essência humana, nos valores e nas tradições culturais, esta é a profissão ideal, sobretudo se escolherem estudar numa escola com a história e o prestígio da ESAS, que desde 1988 semeia ciência, cultiva tradições e colhe empreendedores.

[Foto: cedida pelo entrevistado]

Publicidade
Clica para comentar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Publicidade

Artigos recentes

Publicidade

Noticias

Publicidade