Connect with us

Ciência & Tecnologia

Portugal na cauda das competências digitais básicas

Publicado há

em

Mais de metade dos portugueses entre os 16 e os 74 anos não possui qualquer competência digital básica, segundo um estudo recente da Comissão Europeia.

52% dos portugueses, para sermos mais precisos, não têm nenhum tipo de relação com os meios digitais. Se olharmos para a média europeia, esse número desce para os 41%. E o objetivo passa por desenvolver iniciativas que melhorem as capacidades dos cidadãos europeus nesta área.

Estes dados fazem parte de um estudo recente da Comissão Europeia, que mostra ainda que 40% dos empregadores europeus dizem ter dificuldades em encontrar pessoas com as competências certas. Os dados indicam também que a taxa de emprego de jovens pouco qualificados em Portugal é de 71,4%, enquanto a de jovens altamente qualificados é de 73,6%, por comparação às médias europeias de 53,1% e 80,5%, respetivamente.

A Comissão Europeia quer melhorar estes valores, e lançou um conjunto de iniciativas que pretendem “aumentar os níveis de competências, promover competências transversais e encontrar, nomeadamente em diálogo com a indústria, formas de antecipar com maior eficácia as necessidades do mercado de trabalho para melhorar as oportunidades de vida dos cidadãos e fomentar o crescimento sustentável, inclusivo e equitativo e sociedades coesas”.

4 das medidas planeadas vão, segundo o comunicado oficial, avançar desde já.

Publicidade
Clica para comentar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Publicidade

Artigos recentes

Publicidade

Noticias

Publicidade