Connect with us

Desporto & Saúde

Tonifica o teu 2016!

Avatar

Publicado há

em

O ano novo costuma ser um pretexto para o que queremos mudar na nossa vida, e no topo da lista está o corpo e o exercício. Como somos sensíveis ao teu drama, deixamos-te 8 dicas essenciais e algumas sugestões de ginásios low-cost para parares de adiar o inevitável!

1. Define objetivos
Para mudares alguma coisa em ti, precisas de um foco, de um objetivo a alcançar. Com o exercício físico, esta máxima aplica-se ainda mais porque, ou és daquelas pessoas que gosta muito de treinar, ou então vais rapidamente começar a desleixar-te.
Por isso, traça uma meta: querer ter àquele fantástico six-pack ou precisar de perder 10 quilos, o que importa é saberes onde queres chegar. E claro, o teu objetivo tem de ser realista, seja a médio ou a longo prazo. Para além disso, aconselhamos-te também a definir objetivos intermédios, para que sintas que estás a melhorar de forma constante e progressiva.

2. Escolhe o que vais fazer
Deves escolher uma ou mais modalidades de que gostes. Se o que queres é frequentar um ginásio, informa-te junto do teu treinador quais são os exercícios mais adequados; se, por outro lado, gostas de correr ao ar livre, pesquisa de tipo de corrida e de distância são as acertadas.

3. Prepara o teu corpo
Antes de começares a treinar, é importante preparares o teu corpo. Isso significa conhecê-lo bem e nutri-lo para aguentar o carga física que lhe vais impor.
O primeiro passo é fundamental para saberes qual é o teu ponto de partida, e para saberes que metas deves definir. Calculares a percentagem de gordura do teu corpo e medires o teu IMC (Índice de Massa Corporal) são passos indispensáveis.
O segundo passo está relacionado com os teus horários de refeição. 6 refeições por dia é o que manda a regra, e se achas que é impossível, então estás a precisar de te organizar e de fazer um esforço redobrado. Fazer duas ou três grandes refeições por dia estimula o armazenamento de gordura, enquanto que dividir mais o que comes melhora o teu metabolismo e a tua construção muscular, ajudando-te a emagrecer e a ganhar músculo.

4. Tem especial cuidado com a alimentação

Para além de comeres menos de cada vez, num número maior de vezes, é igualmente importante teres atenção ao que comes. Ingerir gorduras para perder gorduras é uma das máximas a seguir, porque fortalecem o teu sistema imunitário, ajudam a regular o colesterol, regulam a produção de hormonas e dão-te, de um modo geral, um aspeto mais saudável. É por isso que as pessoas que querem emagrecer de forma saudável usam suplementos de ácidos gordos essenciais, e quem quer ganhar músculo os toma para reduzir as inflamações e quebras do tecido muscular, acelerar o tempo de recuperação e aumentar o crescimento dos músculos.
Planear as refeições também desempenha um papel importante numa dieta equilibrada. Sim, é chato, mas tem de ser. Deves definir um horário fixo para as refeições principais, e alimentares-te de 3 em 3 horas. Os cereais, as leguminosas, as carnes magras e grelhadas, os legumes cozidos e as saladas são tudo boas ideias.
Beber água. É tão elementar quanto é importante. A falta de água no corpo leva à desidratação, à perda de força nos músculos e à dificuldade do organismo em queimar gordura. Ah, e vais sentir-te mais cansado.
Por fim, o difícil cortar de relações. Pois é, as guloseimas vão ter de ficar à porta de casa, para evitar tentações. A partir de agora, evita ter na despensa coisas como bolachas calóricas, salgados e doces.

5. Planifica o teu treino
O treino físico é tanto melhor quanto mais planificado for. Em primeiro lugar, é importante que treines várias vezes por semana – 3 a 4 será o ideal – para estimulares os teus músculos e o teu metabolismo, sem com isso correres o risco de ter um burnout. Com o aumento da massa muscular, o consumo de calorias do teu corpo também vai aumentar, e assim facilitar a perda de peso.

6. Participa em eventos
Inscreveres-te e correres em eventos desportivos – como as corridas e as maratonas – vão ajudar-te a ultrapassar as dificuldades dos treinos e a ganhar resistência. E para além dos benefícios físicos, a participação neste tipo de eventos está na moda e estão sempre cheios de gente, o que significa que podes conhecer pessoas novas e, diz quem sabe, ganhar aquele bichinho pela corrida!

7. Leva os teus amigos contigo

Muitas vezes, um dos principais obstáculos à disciplina no exercício físico está na falta de incentivo, que é como quem diz, de companhia. Por isso nada como tentares “fazer a cabeça” àquele amigo ou amiga que já falou em começar a treinar… Assim beneficiam todos e o apoio mútuo pode ser decisivo para levar avante o esforço!

8. Esquece as regras uma vez por semana
Sim, há um dia em que a missão é esqueceres tudo o que dissemos anteriormente. Vá, não tudo exatamente. Estamos a falar da tentação de um doce ou de um salgado. Escolhe um dia da semana para comer um chocolate, um gelado ou uma dose de batatas fritas, e considera-o como uma exceção para no dia seguinte recomeçares o treino disciplinado em força.


4 ginásios bem baratinhos!

Nunca deste uma oportunidade às aulas de ginásio porque são demasiado caras? Ou porque achas simplesmente que não tens a força de vontade necessária?
Tens aqui o impulso que te faltava. Ao estímulo do novo ano juntam-se 4 opções de ginásios low-cost!

Time to Fitness24
O conceito é só um: fácil para treinar. Com ginásios localizados perto do metro, comboio ou autocarro, é do mais acessível que há.
O que tem: Cardio, pesos livres e máquinas de potência, abdominais e alongamentos
Locais: Lisboa (várias zonas) e Amadora
Preço: de 19,99 a 29,99 euros mensais

Fitness Hut
Aqui pagas apenas o que utilizas. Com mais de 150 aulas de grupo por semana, neste clube encontras muita variedade.
O que tem: Espaço de máquinas, estúdios de aulas, zona cardiovascular, pista de sprint e estúdio de espaço aberto
Locais: Lisboa (várias zonas), Braga, Cascais, Linda-a-Velha, Loures, Odivelas, Oeiras, Setúbal e Sintra (abre brevemente em Coimbra)
Preço: de 5,50 a 11 euros semanais (consoante o programa que subscreves)

Pump
Uma revolução no conceito de fitness, com aulas de grupo que acrescentam uma componente de clubbing, prometendo diversão e inovação.
O que tem: Ginásio e aulas de grupo
Locais: Lisboa (várias zonas), Amadora e Almada
Preço: de 15 a 39 euros mensais

CityGym
O CityGym é um ginásio smart low-cost e foca-se na procura de soluções para uma boa forma física, ao teu gosto.
O que tem: Ginásio, dividido em zonas de treino: Power Zone, Move Zone, Functional Zone, Resistance Zone, Fast Zone e Personal Training Zone.
Locais: Viseu e Covilhã
Preço: de 19,90 a 26,90 euros mensais

[Texto: Tiago Belim]

Publicidade
Clica para comentar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Artigos recentes

Publicidade

Noticias

Publicidade