Connect with us

Novidades

Uma formação para se viver

Publicado há

em

Há uma associação que está a mudar a vida dos alunos do Ensino Secundário. Chama-se ZOOM Talentos e, através da psicologia positiva e do coaching, vai levar-te a uma jornada de autoconhecimento. Nós vimos isso acontecer, e contamos-te tudo!

Se te perguntarmos “o que és”, és capaz de responder? E se te perguntarmos se costumas sonhar, quantos serão os exemplos que tens para dar?
Refletir sobre nós mesmos é essencial para podermos evoluir e para sabermos exatamente para onde queremos ir. Será que te conheces realmente bem a ti mesmo? Será que tens a verdadeira noção das tuas capacidades? Sabes o que deves fazer para teres um bom futuro?

Se achas que ainda é cedo para te preocupares com estas coisas, estás enganado. Não é na véspera, ou sequer a 6 meses de entrares para a universidade que a tua “vida adulta” começa. Para saberes o que queres ser e para traçares o melhor caminho para o conseguires, tens de parar para refletir em ti e no que queres para o teu futuro. Agora.

Há uma associação – chamada ZOOM Talentos – que diz que te pode ajudar a fazê-lo. A Mais Educativa quis comprovar isso mesmo, e foi até à Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal, para assistir a uma das sessões de formação que a ZOOM Talentos faz pelas escolas.

DSC_0871Uma formação que é um vício
Não tínhamos grande noção do que esperar, e os alunos de 1º ano do curso de Restaurante/Bar também não. Uns chegaram expectantes, outros achavam mesmo que iam apanhar uma daquelas secas. Mas a forma como a ZOOM Talentos interage com os jovens faz com que mesmo a mais desinteressada das pessoas fique rendida às dinâmicas e aos exercícios que vão levando à tua descoberta pessoal.
Porque, no fundo, é disso que se trata: conheceres-te a ti próprio, conheceres os outros, e refletires na tua vida.

Esta formação dura o dia inteiro – 7 horas, para sermos mais precisos – em que a parte da manhã e a parte da tarde têm muitas diferentes entre si. Na primeira vais sobretudo interagir com os teus colegas, em dinâmicas de grupo que te relembram como é importante conheceres os outros, partilhares as tuas ideias e aceitares as diferenças entre as pessoas.
Na segunda, o foco é muito mais o teu autoconhecimento e a tua reflexão interior. Quando já estás mais solto e entrosado com o resto dos participantes, esta fase penetra nas tuas emoções e faz-te perguntas intensas sobre o que é mais pessoal em ti. A Helena Galamba é uma “zoomer” – uma das formadoras desta iniciativa – e assegura que aqui vais “conhecer-te a ti próprio, com exercícios que te confrontam contigo mesmo. Esta é uma iniciativa que te faz pensar e te faz mergulhar nas tuas emoções. Vais meditar sobre a profissão que sonhas ter. Vais partilhar o talento que tens dentro de ti, os teus valores, as tuas paixões, as tuas necessidades. Tudo isto misturado com exercícios em que vais criando laços com as pessoas à tua volta”.

Estamos no meio da ação, a observar jovens como tu, e percebemos que aqui ensinam-te que tudo é possível. Deixam-te entregue à tua imaginação, pedem-te que partilhes sonhos, e estimulam-te a celebrar o erro, porque te deixa um passo mais próximo de acertar. Acima de tudo, motivam-te a saíres da tua zona de conforto e a abrires-te ao que é novo.

Estes alunos chegaram ao final do dia com muitas experiências e muita informação acumuladas, e a perceber a importância que isto tem para eles. Por isso o que vimos foram jovens surpreendidos e desejosos de repetir a reflexão.
A Flash do ZOOM – assim se chama esta formação – é uma experiência que vais vivendo com mais intensidade à medida que o tempo passa. Até te entregares a ela e ficares viciado. Um vício bom porque te ajuda a preparar para a vida, na pessoal e também no que está para vir quando terminares as tuas aulas.


DSC_0805Um projeto “fora da caixa”

“Não é Português, não é Matemática, é algo completamente fora da caixa. É algo de que os alunos sentem falta, porque não existe nas escolas: capacitação, definição de objetivos, união de turma, formação vocacional”. Quem o diz é a Helena Galamba, que tem uma explicação simples para a felicidade dos alunos no final do dia: “Eles sentem que precisam realmente disto.”

O ZOOM Talentos é um projeto criado por uma associação com o mesmo nome, e que quer preencher uma lacuna que, segundo os seus responsáveis, existe no sistema de ensino português. Começaram em 2009 na cidade de Setúbal, e atualmente já ajudam jovens de todo o país, com o apoio de financiadores como a Fundação EDP.
A ZOOM Talentos é hoje uma ONGD – uma Organização Não-Governamental do Desenvolvimento – e é reconhecida pelo Instituto de Empreendedorismo Social como uma das boas iniciativas nesta área.

Para te levarem nesta jornada de desenvolvimento pessoal, os formadores da ZOOM Talentos recorrem à psicologia positiva, ao coaching e ao autoconhecimento, criando um conjunto de dinâmicas que tens de experienciar. Como diz a Helena Galamba, “é muito bonito passarmos os powerpoints e os pdf’s, mas não há nada como viver. A energia do momento só se sente lá, por muito que possamos dizer que é bonito e que é fixe. Esta é uma formação vivencial”.
E tendo em conta a fase de descoberta e de escolha de futuro profissional em que estás, não poderia haver melhor momento para teres esta experiência.

O Flash – a sessão que acompanhámos em Setúbal – pode ter sequência com o Flow, a fase seguinte deste projeto que aprofunda aquilo que ganhaste vontade de explorar, através de 4 ou 8 sessões de acompanhamento de 90 minutos, de 15 em 15 dias.
A isto chama-se orientação vocacional, e aqui são abordados temas variados como a liderança, a vocação profissional, a união de grupo, a gestão de conflitos, entre muitos outros, dependendo das tuas necessidades e dos teus colegas.

No final da formação que acompanhámos, eram os próprios alunos a pedir que isso acontecesse. E é essa a motivação de quem trabalha na ZOOM Talentos: sentir que gostaste e que isso fez a diferença. Sobretudo quando até os alunos mais calados olham para esta experiência como uma das melhores coisas que lhes aconteceram na vida.
“É uma iniciativa super interessante, onde a ideia principal é fazer os alunos saírem da sua zona de conforto, contactar com colegas com quem normalmente não falam, e melhorar a relação entre todos.
Acho que esta é a idade certa para eles se descobrirem a eles mesmos e aos outros, e isso vai tornar mais fácil e mais profícua a entrada na idade adulta.”

Mónica Terlim, Professora de Português do 1º ano do curso de Restaurante/Bar na Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal
FOTO_CARLOS“Os professores contaram muito pouco do que ia acontecer, e deixaram as nossas expetativas em alta. Mas sem dúvida que essas expetativas foram ultrapassadas, porque aprendi a não desistir dos meus sonhos e a insistir e a voltar a insistir.”
Carlos Dilan

 

 

 

 

 

FOTO_JOANA“Não sabíamos o que esperar e por isso chegámos um pouco receosos. A verdade é que é uma das melhores experiências que alguma vez podíamos ter tido! Dá-nos uma perspetiva diferente das coisas, uma hipótese de pensar a sério no nosso futuro, e motiva-nos a acreditar em nós e a tentar antes de dizer que não é possível concretizar.”
Joana Leal

 

 

 

 

FOTO_RAFAEL“Esta turma adora participar em coisas onde tenhamos que nos mexer e onde nos ponham à prova. E esta experiência vai fazer com que eu tenha muito mais confiança em mim e no meu futuro, porque nos mostra que somos capazes de realizar o que sonhamos. Se trabalharmos em equipa, o pouco que possamos ter transforma-se em muito!”
Rafael Silva

[Reportagem e Fotos: Tiago Belim]

Publicidade
Clica para comentar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Publicidade

Artigos recentes

Publicidade

Noticias

Publicidade