Connect with us

Novidades

“O curso profissional que escolhi foi muito técnico e prático”

Publicado há

em

Sofia Ramos tem 23 anos, é Assistente num escritório de advogados e diplomada do curso de Técnico de Serviços Jurídicos na Escola Secundária de Camões, e é a mais recente entrevistada da rubrica (Per)cursos, da responsabilidade da Agência Nacional para a Qualificação e Ensino Profissional. Descobre nesta entrevista o que este profissional ganhou ao optar pelo ensino profissional.

Em que consiste a tua profissão no dia a dia?
Como o próprio nome indica, secretario e ajudo advogados na sua atividade. Realizo todo o tipo de apoio, desde organização de processos, notificações, atendimento de chamadas, requerimentos, tratamento de correspondência… Enfim, auxilio cerca de 15 advogados na sociedade onde trabalho.

Quando é que decidiste escolher o ensino profissional?
Comecei por ingressar no 10º ano do ensino secundário, na área de Economia, mas interrompi logo no primeiro ano, quando soube da existência deste curso profissional, porque aquilo que queria era seguir a área jurídica.

E que diferenças encontras entre o ensino secundário e o ensino profissional?
Percebi imediatamente que o curso profissional que tinha escolhido era muito técnico e prático. Desde logo, com uma carga horária maior – com aulas de manhã à noite – e ao contrário da noção que muita gente tem, um curso mais complexo. Para além disso, tive de estudar bastante, mas tive professores fantásticos – ativos profissionalmente na área – que colocaram a matéria numa linguagem mais acessível.
No último ano do curso, fiz um estágio de 3 meses num tribunal e foi muito gratificante.

Ingressaste de imediato no mercado de trabalho após o teu curso profissional?
No verão seguinte à conclusão do curso, recebi uma proposta através do tribunal onde estagiei, para trabalhar num escritório de advogados. A minha ideia inicial passava por prosseguir estudos a nível superior, mas achei que esta era uma oportunidade boa demais para desperdiçar, e comecei a trabalhar logo no mês de setembro. Lembro-me de terem ficado admirados com a quantidade de noções de Direito que eu tinha, apesar de ser tão nova! Continuo a trabalhar no mesmo escritório, sempre a subir. Quanto aos estudos, vou começar agora a minha licenciatura em Direito, em horário pós-laboral.

Que mais-valias para a vida profissional te trouxe o curso profissional?
Seria completamente impossível fazer o que estou a fazer sem as noções que o meu curso me deu. De facto, existe uma grande diferença entre este curso e os demais, porque quando cheguei ao ambiente de trabalho, não senti o choque de quem estava a ver aquilo tudo pela primeira vez. Posso dar, como exemplo, a plataforma informática Citius – que os advogados usam para dar entrada de processos – da qual tive aulas práticas, e isso foi muito importante aquando da minha entrada no escritório.

[Foto: cedida pela entrevistada]

Publicidade
Clica para comentar

DEIXE UM COMENTÁRIO

O seu endereço de email não será publicado.

Publicidade

Publicidade

Artigos recentes

Publicidade

Noticias

Publicidade